31.08.2015

Laser CO2 Fracionado: Diário da primeira semana

Rumo a uma pele linda!

Na terça-feira passada fiz uma sessão de Laser CO2 Fracionado e contei como foi a experiência aqui no blog: pra quê serve, porque eu fiz, o que senti, quais eram minhas expectativas e tudo mais, e quem quiser conferir o post é só clicar aqui.

Ao longo da semana fui postando lá no Instagram (@JuroValendo, segue lá!) a “evolução” da minha pele, pra susto de muitos, porque as imagens são realmente fortes, mas acho que é essencial mostrar a realidade pra que as pessoas que estejam interessadas em fazer saibam exatamente o que as espera, sabe?

Várias leitoras vieram falar comigo sobre a importância disso, e algumas disseram que antes de fazer o procedimento não sabiam que ficariam com o rosto inchado a ponto de, por exemplo, ser preciso “se preservar” por 2 ou 3 dias, e que ficaram apavoradas após o procedimento, achando que tinham tido alguma reação alérgica ou coisa do tipo.

laser co2

Então, sim, temos imagens fortes sim, eu fiquei parecendo a noiva do Chucky e não tive o menor receio de expor isso, porque o intuito, nesse momento, é ajudar a quem pretende fazer o procedimento, e não “bancar a bonita”, tá?

Laser CO2 Fracionado dói muito? Os primeiros dias

Primeiro dia: No primeiro dia, quando saí da Bella Derme, a pele estava bastante vermelha e ardendo, mas a água termal deu conta de segurar a onda direitinho. Não senti nenhum tipo de dor e nenhum incômodo pra dormir.

Segundo dia: Mesmo sabendo o que esperar, tomei um susto quando me olhei no espelho, porque a pele estava bastante vermelha, com a textura super grossa e começando a ficar inchado. Continuei sem sentir dor ou incômodo de nenhum tipo, e não usei nenhum tipo de maquiagem, nem pra ajeitar a sobrancelha, ou qualquer produto que não os indicados pela minha dermato, que mostrei nesse post aqui.

Terceiro dia: Nunca fui tão feia na vida! hahaha Sério, meu rosto estava tão inchado que minha sobrancelha e meus olhos praticamente desapareceram! Meu rosto ficou bastante estranho, e acho que o calor que fez aqui nesse dia piorou tudo, e usei tanta água termal (gastei 1 tubo inteiro!) que no final do dia o inchaço já havia reduzido, mas o rosto seguia vermelho e com textura grossa.

Quarto dia: Meu rosto continuava inchado e vermelho, mas menos que no dia anterior. A textura da pele continuava bem grossa, e aqui começou uma leve descamação. Assim como nos dias anteriores, não senti nenhum tipo de dor, irritação ou algo do tipo.

Antes e Depois

Quinto dia: O inchaço já havia reduzido bastante e estava mais concentrado nas bochechas e nas laterais do rosto, que continuava vermelho. A descamação continuava, bem leve, e esse foi o primeiro dia que usei um filtro solar com cor (por cima do normal) pra reduzir a vermelhidão, porque foi o dia que namô chegou aqui em Jee e eu não podia assustar o bichinho assim de cara, né? hahahaha

O uso do protetor solar com cor, por cima do “normal” é liberado desde o primeiro dia, mas eu não quis usar porque nos 5 primeiros dias evitei sair de casa, já que estava bastante quente, então achei que seria desnecessário.

Sexto dia: A aparência geral da pele já estava muito melhor, o inchaço reduziu drasticamente (exceto nas bochechas), assim como a vermelhidão, mas a textura da pele continuava grossinha e a descamação seguia no mesmo ritmo.

laser co2

Laser CO2 Fracionado: Pode usar maquiagem?

As perguntas mais frequentes nas fotos do laser eram sobre o uso de maquiagem, se dava pra trabalhar e sair com o rosto assim, e, embora cada caso seja diferente, vou contar a minha experiência, tá?

Em relação a maquiagem, não usei nada, porque como a pele fica muito sensível, fiquei com medo de causar alguma irritação, mas protetor solar com cor pode ser usado e disfarça muito bem, tanto que no quinto dia fui pra um barzinho de noite, usei o bendito, taquei um batom mais escuro, já que não podia usar maquiagem nos olhos e tal, e me senti confortável. Mas, isso aí você precisa ver com sua dermato, né?

Durante essa semana não saí de casa durante o dia, exceto no sábado de tarde (final da tarde), que fui ao mercado, mas como é um local coberto não conta muito, né? A questão é que aqui é extremamente quente, e mesmo com a pele ensopada de filtro solar, não arriscaria de jeito nenhum, porque o laser deixa a pele muito sensível e eu não queria correr riscos.

Ah, mesmo sendo finalzinho da tarde, usei um chapéu enorme, porque o estacionamento do mercado não é coberto, né? Melhor prevenir que remediar! rs

Dá pra trabalhar logo depois do laser?

Como trabalho em casa, não tive problemas, mas acho que o ideal é que nos 3 primeiros dias a pessoa fique longe do trabalho, não porque precise de repouso, porque não precisa, mas porque o rosto fica esquisito mesmo, sabe? O ideal é fazer esse tipo de procedimento antes de um feriado prolongado, ou então numa sexta-feira, porque aí você tem pelo menos até o domingo pra não assustar as pessoas, né? hahaha

Mas tudo isso, claro, depende da pele, tanto que teve leitora que me disse que o rosto não inchou e que continuou trabalhando normalmente, então, o que recomendo é que, antes de fazer o procedimento, você converse com o seu dermato pra saber certinho o que “esperar”.

Resultados do Laser CO2 Fracionado

Como expliquei no post anterior sobre o laser, dá pra notar os primeiros resultados logo após a recuperação da pele, quando acaba a descamação, mas esse não é o resultado definitivo, já que a pele continua a melhorar por meses devido a remodelação do colágeno, que leva até 6 meses pra se completar.

Mas, fiquem tranquilas que vou postando tudo aqui e nas redes sociais, ok? Por enquanto ainda estou na fase de recuperação, mas na próxima segunda faço o primeiro comparativo com o antes e depois da pele pra gente observar o que já melhorou, combinado?

Eu, claro, tô empolgadíssima e louca pra ver os resultados logo! E se alguém aqui já fez o laser co2, conta aí a experiência, compartilha comigo, ô!

Ah, eu fiz o procedimento com Dr. Clessya Rocha Miranda, na Bella Derme, e recomendo demais! A Bella Derme fica na Rua D. Pedro II, 226, Sala 101,  Cenomed, aqui em Jequié, e o telefone de lá é o (73) 3525- 9967.

Beijos e boa semana, Ju♥

30.08.2015

Gordice de Domingo: Bolo de canela com doce de leite!

Gostoso demais da conta!

Essa tal de “gordice de domingo” tá fazendo morada por aqui, né? Mas, gente, vou explicar: é que namô tá aqui esse final de semana e ele ficou fazendo chantagem, dizendo que só faço bolo quando minhas amigas vêm pra cá, daí fui praticamente obrigada a fazer um bolo, né?

E o bolo dessa semana é uma versão de outro sabor do da semana passada: bolo de canela com doce de leite!

bolo de canela com doce de leite

Não fotografei o passo a passo porque não ia postar por aqui, mas um monte de gente pediu nas redes sociais, daí resolvi postar, até porque ele é super fácil de fazer!

Pra fazer o bolo de canela, usei a mistura pra bolo versão “Festa”, da Dona Benta, que tem o sabor mais neutro, daí acrescentei uma colher das grandes de canela em pó e um pouco de chá de cravo,  e coloquei pra assar numa assadeira daquelas que é “furada” no meio.

bolo de canela com doce de leite

Depois de assado, esperei esfriar e, sem tirar da assadeira, cavei o meio dele todo com a colher, sem deixar encostar nem nas laterais nem no fundo, e essa parte “cavada” coloquei numa vasilha separada pra tampar o bolo após colocar o recheio.

Na parte cavada, enchi de doce de leite (usei o Veneza, que vende em mercados) e depois tapei tudo com os pedaços de bolo que havia reservado na vasilha. Feito isso, “virei” o bolo numa bandeja, espalhei doce de leite em cima e polvilhei canela em pó.

bolo de canela com doce de leite

Agora, pense num troço bom? De comer de joelhos, e pedindo bis! Fica uma delícia pra comer com café quentinho, e o chá de cravo e a canela “cortam” um pouco do doce, então não fica muito enjoado, sabe?

Pra ver certinho o passo a passo, que ensinei semana passada, é só clicar aqui, e se fizerem esse bolo me marquem lá no Instagram (#JuroValendo) que quero ver!

Beijos e bom domingo, Ju♥

 

28.08.2015

Shampoo para crescer cabelo funciona?

eu acho que não...

Essa semana fiz um post com meus top 4 produtos para o cabelo crescer rápido, e tive a ideia de falar sobre shampoo para crescer cabelo, porque todo dia me aparece por aqui uma “invenção” nova, sabe?

O que acontece é que as pessoas querem milagres, e se o milagre for barato, melhor ainda. Até aí tudo bem, é da natureza humana, mas é preciso ser um pouco crítico e, claro, coerente ao analisar as coisas pra não acabar caindo em ciladas e estragando o cabelo mais ainda.

O fato é que, como disse o Dr. Valcinir Bedin, que é dermatologista, tricologista, nutrólogo e presidente da Sociedade Brasileira para Estudos do Cabelo,  “nada que se adicione ao shampoo pode acelerar o crescimento do cabelo”.

Ou seja, shampoo para crescer cabelo não funciona!

Isso é um fato, e se a gente analisar direitinho, vai entender as razões. Olha só, o shampoo, seja ele qual for, fica em contato com os fios por segundos, e logo depois desce pelo ralo. Como, então, que ele vai ter o poder de, em poucos segundos e do “lado de fora”, estimular o crescimento de uma coisa que nasce de “dentro”? Não faz sentido!

Shampoo para crescer cabelo

Shampoo para crescer cabelo: funciona?

Mas Ju, como então as máscaras e tônicos funcionam? Aí já são outros quinhentos, porque os tônicos ficam em contato por muito tempo com o couro cabeludo, há penetração dos ativos, e as máscaras, como expliquei nesse post aqui, não estimulam o crescimento do cabelo, mas ajudam o cabelo a crescer mais rápido na medida em que fortalecem os fios, e quanto mais forte estiver um cabelo, menos ele quebra e mais rápido o “comprimento aparece”.

Outra coisa que vale salientar aqui é que um dos motivos que mais retardam o crescimento dos fios é a oleosidade no couro cabeludo, então, por exemplo, se o shampoo tem um bom poder de limpeza, se tem ativos adstringentes e estimulantes, como o jaborandi, o alecrim, a cafeína, o limão e a arnica, dentre outros, que purifiquem e estimulem a circulação no couro cabeludo, reduzindo essa oleosidade, o cabelo vai voltar a crescer no ritmo normal, não porque o shampoo faz o cabelo crescer, mas porque ele tirou do caminho o que impedia o cabelo de crescer, entende?

Como a gente usa muitos finalizadores, vivo indicando a esfoliação do couro cabeludo vez ou outra justamente pra remover esse acúmulo de oleosidade e impurezas no couro cabeludo, e já existem shampoos específicos pra isso, como o de Argiloterapia, do Boti (resenha aqui) e o da Natura (resenha aqui), além daquele detox caseiro que mostrei nesse post aqui.

Tudo isso vai ajudar a manter o cabelo e, principalmente, o couro cabeludo, mais saudáveis, o que faz com que os fios tenham um bom ritmo de crescimento, mas nada disso vai, especificamente, fazer o cabelo crescer.

Já falei por aqui de alguns dos shampoos mais famosos que vêm com essa promessa, e tem vídeo lá no canal sobre isso:

Shampoo Bomba

Conheço uma galera que aposta nesse shampoo e jura que ajuda, e se você usa e se dá bem, não tem problema, mas o fato é que nada ali faz o cabelo crescer: nem o shampoo sem sal, até porque não existe shampoo sem sal, isso é mito, nem o Bepantol, e muito menos o Monovin A, que é uma vitamina injetável usada em cavalos e que não tem relação nenhuma com o crescimento dos fios, porque a vitamina A só ajuda no crescimento capilar se for ingerida, o que não é o caso.

Falei mais sobre o shampoo bomba nesse post aqui, clica pra conferir!

Shampoo para crescer cabelo

Shampoo com Adeforte

Conheço o Adeforte, um medicamento de uso oral com vitamina A, D e E, da receita daquela máscara (veja aqui) que a Glória Maria usa e que, reza a lenda, foi indicada pelo Pintanguy, mas fiquei sabendo, tempos atrás, que ele começou a ser utilizado pra “batizar” shampoos que, supostamente, fariam o cabelo crescer mais rápido.

Claro que a deficiência de vitaminas, sobretudo, nessa caso, da vitamina A e D, interferem no crescimento dos fios, já que, como falei nesse post aqui, é o sangue quem leva os nutrientes para os tecidos, e como o funcionamento dos tecidos está relacionado às vitaminas, na falta delas tudo fica comprometido. Assim, quando há deficiência de vitaminas as raízes capilares “pagam o pato”, e o fio do cabelo também.

Só que essa deficiência deve ser combatida por via oral e não por via tópica, e muito menos no shampoo! Pra entender isso mesmo, clique aqui e veja o post sobre o shampoo com Adeforte.

Shampoo de Café

O shampoo de café ficou tão famoso que saiu até na Vogue, mas foi explicado que a cafeína, que é estimulante, pode sim ajudar no crescimento dos fios, mas cafeína não é café. Ou seja, colocar café no shampoo não vai fazer o seu cabelo crescer!

A cafeína que vai ajudar no crescimento é a cafeína anidra, que é pura, sem água na molécula e, como expliquei nesse post aqui pra ter o mesmo efeito da cafeína anidra, por exemplo, seria necessário ingerir, em média, 50 copinhos de café. Falei mais sobre o shampoo de café nesse post aqui, e estou usando o shampoo e o tônico de cafeína, como falei nesse post aqui, pra testar o seu efeito, daí daqui a pouco menos de 3 meses volto pra contar (e mostrar) os resultados, certo?

Esses são os 3 shampoos mais conhecidos pra fazer o cabelo crescer, mas existem muitos outros, com ingredientes de todos os tipos, de cebola a vitamina de planta, porque a criatividade humana não tem limites! rsrs

Agora, conta aí, já testou algum shampoo para crescer cabelo? Teve resultado? Quero saber!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas de shampoo para crescer cabelo ? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…