27.04.2016

Shampoo Cabelos Oleosos Vizcaya Botanique

Uma delicinha!

Quando fiz o Top 5 Produtos Vizcaya, falei de um shampoo que estava usando, o Shampoo Cabelos Oleosos Vizcaya, que é uma delicinha pras mocinhas que, como eu, estão penando com a oleosidade.

Aliás, gente, de onde sai tanto óleo, heim? Onde esse trem tava escondido? Porque tô me sentindo praticamente uma bacia de petróleo, não tem condição! rs

shampoo cabelos oleosos vizcaya botanique juro valendo

Eu, que já lavava o cabelo todos os dias por causa da academia ( Cabelo de academia: pode lavar todo dia?), por causa do suor e do calor, agora sou obrigada, querendo ou não, porque minha raiz tá jorrando óleo depois que suspendi o anticoncepcional.

Estava usando o Fresh Ginger, da Inoar, mas ele acabou e comprei esse da Vizcaya, mas tô aceitando sugestões, viu?

shampoo cabelos oleosos vizcaya botanique juro valendo

De acordo com a marca, “esse shampoo é enriquecido com extrato de alecrim e pimenta, que controlam a oleosidade, proporcionando limpeza e frescor para fios mais leves e saudáveis.”

Ele é de uso diário, contém água termal, não contém corantes, não é testado em animais e a embalagem oferece opção de leitura em braile, coisa que acho muito importante, porque é essencial que as marcas comecem a pensar em inclusão social, né?

shampoo cabelos oleosos vizcaya botanique juro valendo

Shampoo Cabelos Oleosos Vizcaya

A embalagem é plástica e de bisnaga, bem do jeito que eu gosto, porque dá pra usar até a última gota, a tampa é de flip-top e trava direitinho. Ele é transparente, grossinho, quase “gelatinoso”,  e tem o cheiro bastante suave e gostoso.

Limpa bem os fios, removendo a oleosidade excessiva, mas sem agressividade, sem deixar o cabelo super ressecado, sabe? A raiz fica soltinha, coisa difícil por aqui nos últimos tempos, e ele não me dá coceira.

shampoo cabelos oleosos vizcaya botanique juro valendo

Toquei nesse assunto porque nos últimos dias, não sei se por causa da mistura de oleosidade, suor e calor intenso ou por alguma alergia, meu couro cabeludo tem coçado absurdamente e notei uma coisa que, até então, nunca tinha acontecido: brotoejas no couro cabeludo, ali perto do pescoço, sabe?

Sempre tive brotoejas e já falei disso aqui milhões de vezes, mas no couro cabeludo é a primeira vez e isso me assustou! E esse shampoo não deu coceira e não piorou as brotoejas (tô ensopando de água termal! rs).

shampoo cabelos oleosos vizcaya botanique juro valendo

Como achei que ele era leve, coloquei o shampoo Terapia dos Óleos Indianos, do Boti, de lado e  comecei a usar esse no cabelo todo e não só na raiz, e os fios não ficam ressecados. Na verdade, eles estão bem soltinhos e com movimento, e várias pessoas comentaram isso no Snap (jurovalendo, segue lá!) ontem!

A textura tá bem suave, mesmo usando todos os dias, e tô achando o resultado bom. Não acho que ele dê fim a oleosidade, muito menos a minha, que tem tudo a ver com os hormônios, mas ajuda a limpar direitinho, a manter o couro cabeludo fresquinho e os fios soltinhos. Gostei muito!

shampoo cabelos oleosos vizcaya botanique juro valendo

Shampoo para cabelos oleosos: tá compensando!

Paguei R$19,90 nele (aqui em Jee tem na farmácia São Paulo) e tá compensando! Alguém já usou o shampoo cabelos oleosos Viscaya? O que achou? Indicam algum outro?

Quero aproveitar essa fase de oleosidade extrema pra testar muitos produtos pra esse tipo de cabelo, então falem aí quais vocês querem que eu teste! Ah, e se quiserem algum post sobre o meu cabelo, alguma coisa específica, avisem nos comentários!

E pra quem quiser ver mais posts sobre cabelos oleosos, tem esses aqui ó:

shampoo-cabelos-oleosos-vizcaya-botanique-juro-valendo

Beijos, Ju♥

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

30.03.2016

Esfoliação do Couro Cabeludo é Tudo de Bom!

Meu cabelo agradece!

Desde que minha raiz resolveu dar piti e jorrar óleo eu não paro quieta atrás de alguma coisa que dê jeito, que minimize esse fuê, e foi aí que lembrei da esfoliação do couro cabeludo, uma técnica simples, mas tudo de bom para cuidar dos cabelos.

Esfoliação do Couro Cabeludo

Eu sei que a coisa parece estranha, porque né, já fico imaginando pequenos grânulos grudados no meu cabelo, mas a coisa não é o que parece e os resultados proporcionados são bem bons, já que a esfoliação do couro cabeludo ajuda a eliminar as células mortas, remove resíduos de produtos finalizadores que ficam acumulados na raiz e ajuda a combater a oleosidade excessiva, estimulando o crescimento dos fios.

A esfoliação pode ser feita no salão, com produtos profissionais, e também em casa, tanto com produtos “prontos”, como o Pré Shampoo Esfoliante Capilar, da Natura, o Pré Shampoo Purificante Argiloterapia, de O Boticário, o Peeling Hair, da Vita Derm, dentre outros, como com receitas caseiras.

Uma receita que muita gente usa é a que leva iogurte natural e açúcar, e tem ela explicadinha no post sobre esfoliação capilar, mas resolvi testar uma outra coisa, numa mistura de esfoliação com argiloterapia e deu super certo pra mim.

Esfoliação do Couro Cabeludo: Pra Fazer Em Casa

Numa cumbuca plástica, misturei o equivalente a 2 colheres de shampoo (use o Shampoo Detox TRESemmé), 1 colher de sopa de açúcar, que dissolve mais facilmente na água, e 1 colher de chá de argila verde, que é ótima pra combater a oleosidade.

Queria, na verdade, a argila preta, que é ainda mais eficaz contra a oleosidade, mas não encontrei aqui e me joguei na verde, que já tinha em casa.

Apliquei essa mistura no cabelo úmido (antes de lavar com shampoo e condicionador “normais) e massageei bastante, mas com suavidade, pra estimular a circulação local e, assim, melhorar a oxigenação e limpar direitinho minha raiz.

Deixei agir por 10 minutos, depois enxaguei bastante com água fria, retirando o máximo possível da máscara. Em seguida lavei os fios com shampoo e apliquei uma máscara nas pontas.

Deixei secar naturalmente e senti o couro cabeludo muito mais leve, como se tivesse tirado trocentos quilos de sujeira, com exagero e tudo, sabe? Só fiz uma vez, porque a recomendação é usar a cada 8 ou 15 dias, a depender das necessidades do cabelo, mas vou repetir essa semana, porque senti uma leve, bem leve,  melhora na oleosidade.

Mas, como são coisas que já tenho em casa, qualquer melhora é lucro e eu tô me jogando fácil!

Esfoliação do Couro Cabeludo

Pode ser feita em qual cabelo?

A esfoliação pode ser feita em qualquer tipo de cabelo, exceto nos que acabaram de passar por procedimentos químicos ou quando o couro cabeludo estiver irritado, e aí tem que escolher uma argila que seja adequada ao seu tipo de cabelo, e já falei de todas nesse post aqui: Qual a Argila Certa Para Cada Tipo de Pele.

Quero testar outras receitinhas, incrementar essa, mas com certeza é um “tratamento” que continuarei a fazer, porque meu cabelo tá gritando por “refresco” haha.

Alguém já fez? Conhece algum outro produto “pronto” que seja bom? Conta aí!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo
22.03.2016

Raiz Oleosa e Pontas Secas : Como Estou Cuidando

Não está sendo fácilllllllll!

Vou dizer uma coisa: não está sendo fácil ter o cabelo bipolar! Essa história de ter uma raiz que mais parece uma bacia de petróleo e pontas que lembram a seca do Nordeste não tá dando certo, porque raiz oleosa e pontas secas é trabalho dobrado, e eu não tenho tempo pra isso não, gente!

Sempre que retoco as luzes a raiz fica um pouco mais oleosa, mas depois que parei de tomar o anticoncepcional meu cabelo cismou que quer vender óleo, sabe? Sim, porque só isso justifica a quantidade de oleosidade que tá brotando dessa raiz, minha gente!

raiz oleosa e pontas secas como tratar juro valendo

Cabelo com Raiz Oleosa e Pontas Secas: Como Lidar?

Um tempinho atrás fiz um post aqui sobre como tirar a oleosidade do cabelo e tô fazendo tudo certinho: escolhi um shampoo para cabelos oleosos ( Fresh Ginger, da Inoar), tô mantendo o couro cabeludo limpo, não lavo os fios com água quente (sempre detestei banho quente, ainda bem! rs), tô apostando no detox capilar e tô protegendo a raiz, e isso tá ajudando no controle da oleosidade, mas com as tais das pontas já são outros quinhentos, e aí embola o meio de campo, né?

E raiz oleosa e pontas secas é o tipo de coisa que embola em vários sentidos, viu? Minha dermato, por exemplo,  diz que eu devo lavar todos os dias, até por causa da academia (cabelo de academia: pode lavar todo dia?). Mas me disseram que o ideal é lavar em dias alternados pra “reeducar” as glândulas sebáceas a produzir menos sebo, e eu até que tentei, mas parece que minhas glândulas sebáceas fazem o tipo rebelde, porque a coisa ficou ainda pior.

O que tenho tentado agora é usar um pré shampoo todos os dias antes do shampoo para cabelos oleosos, coisa que só vinha usando umas 2 vezes na semana, e evitar aplicar o shampoo no comprimento e pontas, lavando essa parte só com a espuminha que escorre mesmo, sabe? Mas tudo ainda é teste, nada é definitivo.

Quero conversar com minha dermato sobre a possibilidade de usar um shampoo manipulado, porque acho que pra esses casos os produtos manipulados conseguem ser mais efetivos, já que são individuais, feitos especificamente para o nosso problema. E, pelo que andei lendo, existem shampoos cheios de inteligência em que as tais das cargas iônicas sabem certinho onde limpar mais (na raiz) e onde limpar hidratando (comprimento e pontas). Achei muito tecnológico, viu? rs

raiz oleosa e pontas secas como tratar juro valendo

Pontas ressecadas: salva-se quem puder!

Aí, pra segurar a onda das pontas, ressecadas por causa das luzes, tô fazendo uso de um óleo pré shampoo, que é tudo de bom pro cabelo e evita que o shampoo resseque as pontas. Só que,  ao invés de usar meu amado óleo de coco, troquei pelo óleo de pracaxi, que é super leve e faz milagres no cabelo, e pelo óleo de jojoba, que também pode ser usado em cabelos mistos e oleosas.

Ele ajuda muito na questão do ressecamento das pontas, mas aí sinto falta de mais sedosidade e emoliência. Ô drama! Ah, falando em óleo, fiz o pedido do Óleo Essencial de Tea Tree, que é maravilhoso pra cabelos oleosos, mas amanhã falo dele pra vocês, tá?

E sobre o condicionador, que não dá pra abrir mão, tô tendo problemas, sério. A questão é que meu cabelo tá bem curto, então é difícil a coisa não chegar perto da raiz, sabe? Tô usando muito pouco, só nas pontinhas, e tem dias que acabo abrindo mão, porque noto que quando uso os poderosos, que são os que eu gosto, aqueles mais nutritivos, o cabelo fica oleoso mais rápido. Mas, sei que abrir mão do condicionador tá errado.

E sim, tem a opção dos condicionadores para cabelos oleosos, uma coisa que eu, que gosto de muita nutrição, não consegui garrar amor! Vou continuar testando outras possibilidades pra tentar chegar em alguma solução, bora ver!

raiz oleosa e pontas secas como tratar juro valendo

Máscaras de tratamento: ó o drama!

Quanto as máscaras de tratamento, tô pegando bem leve nesse primeiro momento, e como tô usando óleo pré shampoo, larguei as máscaras nutritivas de lado, porque elas estavam piorando a oleosidade, daí vou alternando entre uma máscara hidratante ( estou usando a Renewing Máscara Reparadora Elements que é super leve) e uma reconstrução (Repair Rescue). Estou usando cada uma apenas uma vez na semana, mas tudo pode mudar de acordo com as necessidades do meu cabelo.

O cuidado aqui é no momento da aplicação, e aí eu fico retada, porque dei luzes na raiz também, então ela precisa de tratamento, mas como usar máscara numa raiz oleosa, gente? A de reconstrução eu tô arriscando, porque preciso repor massa, mas preciso ver isso direitinho com minha dermato, porque pode estar piorando a oleosidade, né?

E tudo está sendo enxaguado em abundância, pra não ficar resquício de nada nos fios, nada mesmo! E também não passo perto de secador já faz tempo, mas fui tentar ontem pra ver como ficava e a raiz ficou um sebo. Ou seja, nada de fonte de calor!

Raiz oleosa e pontas secas: os finalizadores

Tenho deixado os fios secarem naturalmente e finalizado com os produtos que mostrei aqui (Finalizadores para cabelos cacheados: os que tenho usado).

Mas,  tô pensando seriamente em parar com tudo e tentar uma dessas três coisas, que são bem leves: o Repair Rescue Sealed Ends, que é mara para as pontas e deve ser usado só nelas, então não vai chegar perto da raiz, o Uniq One, que é leve e não pesava no meu cabelo (não sei como funcionaria agora), além de ter várias funções, ou o Uso Obrigatório, da Truss, que é um super tratamento que pode ser usado entre o shampoo e o condicionador ou como leave-in.

Alguém tem alguma sugestão, uma dica, um truque, uma mandinga, qualquer coisa? Tô precisando, porque raiz oleosa e pontas secas não é de Deus não! hahaha

Beijos, Ju♥

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…