Vizcaya
01.09.2014

#100DiasDeBeleza: Aprenda a Gostar de Si Mesma

A primeira tarefa do nosso #100DiasDeBeleza é a mais difícil de todas, e justamente por isso ela é a primeira, porque eu quero que todas nós tenhamos muito tempo para executá-la.

Que tarefa é essa? Aprender a gostar de si mesma!

gostar de si mesma

Esse é um processo longo, não vai acontecer da noite pro dia e nós vamos precisar trabalhar duro, mas precisamos fazer isso por nós mesmas. Nós merecemos isso!

Pra ajudar nesse processo vou disponibilizar o PDF de um livro chamado “Autoestima: Como Aprender a Gostar de Si Mesmo“, do Nathaniel Branden. Resolvi colocar o PDF aqui porque vi na Cultura que o livro está esgotado e de todos os livros que já li sobre o tema é o que acho mais interessante, já que  não é um tratado sobre autoestima, mas sim uma espécie de guia com exercícios pra ajudar no resgate da autoestima.

Os exercícios são bem importantes e sugiro que vocês façam aos poucos pra entender melhor o que se passa dentro de vocês, a origem de certas coisas e o que fazer pra, aos poucos, aprender a realmente gostar de si mesma.

gostar de si mesmo

É um livro curto (65 páginas) e quero que ele seja usado como “base” nesses 100 dias, então não tenham pressa em fazer todos os exercícios nem em ler tudo de uma vez, mas tente ler um pouco todos os dias, certo? E é bem legal ter um caderninho ou um bloquinho pra ir anotando os exercícios (eu tenho!), mais lá frente vocês vão entender a importância dessas “anotações”.

Falaremos muito disso ainda, de várias formas, porque essa é a parte mais importante pra “beleza real”, sabe? Não adianta estar “bonita por fora” se você continua insegura, se não confia em si mesma, se a cada sopro de crítica você desmorona. Você precisa acreditar na sua beleza, você precisa reconhecê-la, lapidá-la e potencializá-la. Você precisa descobrir a mulher linda que você é, porque você é, só não sabe disso ainda!

Já escrevi alguns textos aqui sobre o tema, e seria legal ler:

gostar de si mesma

PDF do Livro: Aqui / Posts do #100DiasDeBeleza: Aqui.

Amanhã teremos um exercício muitoooo legal e eu encontro vocês aqui com papel, caneta (ou lápis), espelho e gentileza nas mãos (e nos olhos!), ok?

Ah, quem for postando algo relacionado a isso no insta (@JuroValendo, segue lá!) pode usar a #100DiasDeBeleza, porque assim consigo acompanhar tudo, tá bom?

Beijos

Ju

Vizcaya
31.08.2014

100 Dias de Beleza

Essa semana tive uma conversa com uma leitora linda, a Ana Clara, e ela fez algumas perguntas sobre beleza e fiquei pensando tanto nisso que resolvi criar uma espécie de projeto em prol da beleza, o 100 Dias de Beleza.

A Ana começou me pedindo pra definir a beleza em uma palavra, e a primeira coisa que veio na minha cabeça foi “vivacidade”. Parece nada a ver, mas faz todo o sentido, porque uma pessoa que exala vida por todos os poros, e pra isso precisa estar bem consigo mesma, é incrivelmente bonita.

Beleza, pra mim, nada tem a ver com traços e formas perfeitas. Isso é beleza “fabricada”, e é bem pouco interessante. Beleza tem muito mais a ver com se conhecer profundamente, com aceitar, respeitar e amar cada pedacinho de si mesma, com se sentir confortável na própria pele, porque nada é mais bonito do que uma mulher que se sabe bonita, que se mostra bonita, que confia na própria beleza.

100 dias de beleza

Beleza, portanto, tem muito mais a ver com a sua postura em relação a si mesma do que com um corpo perfeito, um rosto irretocável ou os cosméticos que você usa, até porque, como já falei por aqui, não existe produto de beleza que dê jeito numa autoestima no pé.

É claro que todo mundo pode e deve lançar mão do que achar necessário pra “melhorar”, pra se tornar uma versão melhor de si mesma, porque autocuidado é autoamor, e disso a gente precisa o tempo todo, mas é preciso saber que isso é só um detalhe, que ser bonita é se sentir bonita, e isso não tem nada a ver com os cremes que você usa.

Portanto, a ideia do 100 Dias de Beleza é fazer com que você se saiba bonita, se sinta bonita, é ajudar a mudar a sua postura em relação a si mesma e a própria beleza.

Durante 100 dias isso será “trabalhado” aqui de diversas formas, e apesar de não saber exatamente no que isso vai dar, tenho certeza que daqui a 100 dias nós estaremos muito mais bonitas, por dentro e por fora!

A única coisa que eu peço é que você faça um trato consigo mesma: durante 100 dias você será a pessoa mais importante da sua vida, e em algum momento de cada um desses dias vai tirar um tempo pra olhar pra você, pra cuidar de você, pra se apaixonar perdidamente por você. Ei, e pode parar com o péssimo, você vai conseguir sim, eu garanto!

Todos os dias teremos uma “tarefa” nova e quem quiser pode deixar sugestões nos comentários, certo? Vou postar também nas redes sociais e pra quem quiser acompanhar por lá olha aqui a listinha:

• Instagram: @JuroValendo • Twitter: @JuroValendo • Facebook: https://www.facebook.com/JuroValendo  • Pinterest: https://www.pinterest.com/JuroValendo

Estamos juntas nessa? Dê uma chance a si mesma e diga que sim! Pra acompanhar a Tag é só clicar aqui.

Beijos

Ju

29.06.2014

O Melhor Cosmético do Mundo

Tempos atrás, conversando com um dos amigos que mais admiro, o Di, fui “alertada” sobre a importância de sempre deixar claro que as minhas dicas não farão “milagres”, que elas são uma parte do processo, mas não são a parte mais importante.

Não é a parte mais importante porque, como eu já falei no “Sobre” aqui do blog, não existe produto de beleza que dê jeito numa autoestima no pé, e por mais clichê que pareça (e é!), beleza é sim de dentro pra fora e tem muito mais a ver com o seu estado de espírito do que com os quilos de maquiagem que você pretende usar.

melhor cosmético do mundo

Você pode estar com a melhor maquiagem, as melhores roupas, com tudo de melhor, mas se não estiver bem consigo mesma essa suposta beleza não se sustenta, não “ilumina”, não exala. Já notaram isso?

Eu não tô dizendo que produtos de beleza, maquiagem e roupas não são importantes. Ao contrário, são sim, e muito, só que nada disso vai adiantar se o seu “estado de espírito” não acompanhar. E é por isso, aliás, que tenho visto tantas mulheres produzidas, montadas e tecnicamente perfeitas, mas sem beleza nenhuma.

O que eu quero dizer com isso é que o “produto” mais importante, aquele que faz com que você seja realmente bonita, daquelas belezas que parecem irradiar, não está a venda, porque é interno, e o nome desse produto é autoamor, e é esse que você precisa ter a qualquer custo, não importa o “quanto custe”.

Se cuidar é essencial e faz toda a diferença, mas cuide primeiro de dentro, porque sem leveza, sem serenidade, sem sorriso no olhar e um coração tranquilo a beleza do potinho não fará muito por você.

E falo isso com “conhecimento de causa”, viu?  Tô infinitamente melhor agora do que com 17, 18 anos, porque  hoje sou muito mais bonita por dentro do que era anos atrás…

Beijos e bom domingo!

Ju

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…