30.11.2013

Como Saber Se o Cabelo Precisa de Hidratação?

Você sabe identificar quando o seu cabelo precisa de hidratação? Pois vai aprender hoje!

Existem muitas dúvidas sobre as reais necessidades de cada cabelo, e a grande maioria, por não saber do que o cabelo precisa, acaba gastando muito em produtos que, naquele momento, não têm serventia para os fios, como expliquei nesse post aqui.

Conforme prometi, tô fazendo um guia de cada “cuidado” pra que vocês possam identificar do que o cabelo precisa e, mais que isso, pra que saibam escolher os produtos certos, aqueles que tenham potencial pra dar aos fios o que eles precisam.

Vou começar pela hidratação, mas abordarei tudo, tá? Garanto que no final dessa semana  todo mundo vai saber diagnosticar o próprio cabelo!

Todo cabelo Precisa de Hidratação

Como Saber Se o Cabelo Precisa de Hidratação?

Todo cabelo precisa de hidratação, e sempre. Não importa qual seja o tipo de cabelo, a hidratação é sempre o básico, e não adianta nutrir e reconstruir sem hidratar, porque o que “dá liga” é a água.

Só pra comparar: todo mundo precisa de comida (nutrientes), certo? Mas não tem nutriente, não tem comida que consiga suprir a falta de água, porque sem ela o corpo para de funcionar. Pois com o cabelo é a mesma coisa, porque o cabelo, assim como tudo no nosso organismo, precisa de água.

A reposição hídrica (hidratação) deve ser feita regularmente e com máscaras simples mesmo, já que repor água não é lá tarefa muito difícil, né? É muito importante que essa reposição seja feita, e pode ser no banho mesmo, pra que o cabelo não desidrate, não fique ressecado e não fique opaco, que são os sinais de um cabelo que precisa de hidratação.

Como Identificar que o cabelo precisa de hidratação?

Mas, como saber que um cabelo precisa de hidratação? É simples! Primeiro, olhe pra ele. Tá ressecado e sem brilho? Tem que repor água!

Depois, toque no cabelo e ouça o “som” que ele emite. Quando  você toca um cabelo ressecado, quando você esfrega ele entre os dedos, o som é “áspero”, é como se você tivesse esfregando uma palha, e quanto mais ressecado o cabelo estiver, mais intenso será o som. Quando o cabelo, ao contrário, está hidratado, o som é suave, quase imperceptível.

Como Saber Se o Cabelo Precisa de Hidratação?

Outra coisa que é diferente é a textura, que no cabelo ressecado é áspera, os fios ficam ásperos, enquanto que no cabelo hidratado a textura é suave e os fios parecem deslizar.

Quanto às características, observa-se que o cabelo hidratado não é rígido, ou seja, ele possui flexibilidade, sendo facilmente manuseado sem que ocorram rompimentos (quebra). A flexibilidade tem muito a ver com a reconstrução, pois um cabelo carente de reconstrução fica parecendo chiclete, mas quando é de hidratação que o cabelo precisa o efeito é outro, já que os fios  não “esticam”, ficam “duros e tesos”.

Qual a razão disso? Bom, imaginem que  o cabelo é uma casa sendo construída. A reconstrução é o cimento, a nutrição são os tijolos e a hidratação é a água. Pra que o cimento possa ser usado pra “colar” os tijolos, ele tem que ser hidratado antes, caso contrário fica duro (é por isso que antes de toda reconstrução deve ser feita uma hidratação), fica “sem liga”. Pois aqui acontece a mesma coisa!

Assim, é essencial, pra que o cabelo fique forte e bonito, que usemos produtos que reponham, retenham e absorvam água pra que a umidade fique retida no interior da fibra capilar.

Frequência da hidratação

Agora que já expliquei como identificar a necessidade de hidratação, vamos pra próxima etapa: com que frequência o cabelo deve ser hidratado?

Como Saber Se o Cabelo Precisa de Hidratação?

A regra geral é de que o cabelo precisa ser hidratado semanalmente, mas isso pode variar em razão da intensidade dos danos, já que, por exemplo, um cabelo muito danificado vai precisar intercalar essa hidratação com reconstrução e nutrição, e um cabelo que não tem danos vai precisar de menos hidratação, de menos nutrição e só ocasionalmente de reconstrução.

Meu “cronograma” é dividido em dois, mas vou adequando isso de acordo com as necessidades e respostas do meu cabelo, e é isso que vocês precisam fazer. Como fazer isso? Observando como seu cabelo reage  a cada tratamento!

cronograma básico

* Cabelos Danificados

Semana 1: 1 Hidratação + 1 Nutrição
Semana 2: 1 Hidratação + 1 Nutrição
Semana 3: 1 Nutrição + 1 Reconstrução
Semana 4: 1 Hidratação + 1 Nutrição

*Cabelos Muito Danificados

Semana 1 : 1 Hidratação + 1 Nutrição
Semana 2: 1 Nutrição + 1 Reconstrução
Semana 3: 1 Hidratação + 1 Nutrição
Semana 4: 1 Hidratação+ 1 Reconstrução

Se o cabelo não tiver  muito danificado, não precisa fazer essa quantidade de procedimentos porque o cabelo acaba “pesado”, já que estamos dando mais do que ele precisa. Da mesma forma, se o cabelo estiver mais do que “muito danificado”, como no caso de um corte químico, a coisa muda, já que, em alguns casos, a reconstrução tem que ser semanal (sempre precedida de uma hidratação) até que o cabelo comece a se recuperar.

Outra coisa que vale salientar é que quando o cabelo começar a melhorar, a intensidade do tratamento precisa ser reduzida, senão o cabelo acaba piorando novamente, já que vai ocorrer uma sobrecarga, entende? Vou explicar em um post específico como montar um “cronograma” específico pra cada cabelo, tá?

Ah, e só pra finalizar: identificar que o cabelo precisa de hidratação não significa que ele precise só disso, pois ele pode, ao mesmo tempo, precisar de hidratação e nutrição, hidratação e reconstrução ou  de hidratação, nutrição e reconstrução.

No próximo post vou explicar como identificar os produtos hidratantes.

Beijos

Ju

30.11.2013

Formol Disfarçado: Como Identificar?

Já comentei por aqui que recebo “propostas” diariamente pra falar de progressivas, mas que sempre que peço a formulação pra ver se tem formol disfarçado, começa a enrolação.

Quando  digo que vou comprar o produto pra mandar analisar a fórmula, o bicho pega, porque insistem em me enviar, mas eu sei bem como a coisa funciona, e não vão fazer comigo o que fazem com a Anvisa, sabe?

Acho MUITO falho que o produto a ser liberado seja enviado pela empresa, porque é evidente que empresa nenhuma vai enviar pra Anvisa produto com formol. Mas, todo mundo sabe que, em muitos casos, o que vai pra Anvisa é bem diferente do que vem pra gente.

O que deveria ser feito, já que os fiscais não fiscalizam,  eram “análises” surpresa, como já aconteceu em muitos casos, mas aí, mesmo quando rola interdição cautelar, a empresa sempre alega que o problema foi no “lote”, que a adulteração foi feita depois que o produto saiu da empresa, já que a amostra de retenção, que é a que vai pra Anvisa, encontra-se em acordo com a legislação.

Formol Disfarçado: cuidado!

formol disfarçado

Mas, já falei muito sobre isso aqui e sou da opinião que informação é o que não falta, se engana quem quer.

A questão hoje  é sobre um suposto produto que alisa  sem formol, mas também sem as substâncias alisantes permitidas pela Anvisa. Já não aguento mais falar nesse assunto, mas se tem uma coisa que me irrita profundamente é  gente que acha que acha que todo mundo é burro ou se deixa enganar facilmente.

A coisa é simples: só alisa se tiver substância alisante, e se tiver substância alisante, é grau 2 na Anvisa. Fora isso, só vai deixar o cabelo “esticado” se tiver derivados de formol. Então, não vem com historinha dizendo que é um ativo revolucionário que passou por testes no país A, B ou C não porque eu não sou burra.

O que me surpreendeu no caso desse produto específico, é que a empresa se dispôs a enviar uma foto do rótulo, como se realmente não tivesse o que temer.  Só que eu não trabalho sozinha, e eu já expliquei aqui que todos os meus posts que envolvam informações sobre ativos químicos são avaliados sempre por duas pessoas: uma química que trabalha na indústria cosmética (amiga, te amo!) e, se for produto pra cabelo, um tricologista.

progressiva com formol disfarçado

Formol Disfarçado: Como Identificar?

Pois bem, na análise do rótulo não identifiquei ácido glioxílico, carbocisteína ou oxiacetamida, substâncias  mais comuns encontradas em produtos desse tipo. Mas, tinha outra coisa que faz o mesmo efeito, porque é também o que chamamos de formol disfarçado: Methylene Glycol.

O Methylene Glycol nada mais é do que o chamado “formol líquido”, vez que trata-se da reação de uma molécula de formol dissolvida em água. Essa substância pode ser convertida em várias coisas, a depender da temperatura, do pH, da concentração e da presença de outros ativos, mas o fato a Scientific Committee On Consumer Safety já constatou e declarou que o Methylene Glycol (glicol de metileno), embora seja quimicamente diferente, é equivalente ao formol. Quem tiver dúvidas sobre isso, sugiro a leitura do  “laudo” emitido em junho de 2012 pelo Europen Scientific Committee  On Consumer Safety, que é um comitê europeu de segurança dos consumidores.

E assim como usam esse ativo, usam outros que são, de forma simplificada, formol mascarado ou variações de formol:

  • Methanal (Metanal)
  • Óxido de Metileno
  • Oxymethylene (Oximetileno)
  • Methylaldehyde (Metil aldeído)
  • Oxomethane (Oximetano)
  • Formalina (Formalin)
  • Aldeído Fórmico

progressiva formol disfarçado

Outros nomes do formol

Outros possíveis nomes, que são, em verdade, nomes de produtos diversos contendo formol, são,  de acordo com o Departamento de Saúde Pública da Califórnia (California Department Public Health):

  • BFV
  • Fannoform
  • Formalith
  • Fyde
  • Ivalon
  • Karsan
  • Lysoform

Engraçado que, no Instituto Nacional do Câncer (lá tem textos sobre o formol porque, embora a grande maioria não dê a menor importância, essa substância é altamente cancerígena), num texto sobre formol, esses produtos aparecem como sinônimos do formol, mas até onde sei são produtos que contém formol, inclusive desinfetantes (Lysoform, por exemplo).

Mas, o post era só pra exemplificar nomes usados pra “substituir” o formol e enganar o consumidor que não quer usar a substância, mas é levado, por má fé de muitas empresas, a usar.

Pra quem quiser mais informações, vale ler esses posts:

Beijo, Ju

29.11.2013

Como Saber Se O Cabelo Precisa de Hidratação, Nutrição ou Reconstrução?

Uma das perguntas que mais leio aqui é sobre como saber se o cabelo precisa de hidratação,  nutrição ou reconstrução. Já falei muito sobre esses assuntos, mas resolvi montar um pequeno “guia de identificação” pra facilitar as coisas.

Como saber do que o cabelo precisa?

Pra explicar do que o seu cabelo precisa, preciso mostrar primeiro qual a sua composição. Cerca de 90% do nosso cabelo é composto por queratina, uma proteína que contém 18 aminoácidos em sua estrutura. Ou seja, queratina e aminoácidos são a base de qualquer cabelo. Mas existem os outros 10%, que são igualmente importantes, e desses 10%, 8% é água, lipídeos, glicogênio e ácido glutâmico, enquanto 2% é formado por minerais diversos.

hidratação, nutrição ou reconstrução

Assim, pela própria composição do fio do cabelo, dá pra notar que ele precisa de hidratação, de nutrição e de reconstrução, só que esses necessidades variam de cabelo para cabelo, e não só isso, pois um cabelo que hoje precisa de muita hidratação pode, daqui um mês, precisar de mais reconstrução ou nutrição por exemplo.

Muita gente acha que só precisa tratar o cabelo se fizer alguma química capilar, e isso tá errado, pois os fios perdem nutrientes todos os dias em decorrência de processos mecânicos (escova, chapinha, etc), da exposição solar, do vento, das mudanças climáticas, dos banhos de mar, dos banhos de piscina e muitas outras coisas.

Ou seja, o cabelo perde nutrientes o tempo todo, e é preciso repô-los, em maior ou menor grau.

Precisa de Hidratação, Nutrição ou Reconstrução?

hidratação, nutrição ou reconstrução

Pra identificar do que o seu cabelo precisa, olhe pra ele com atenção, e com papel e caneta na mão! Além de olhar, pegue nos fios, passe os dedos nas mechas com suavidade e observe o que “ele está dizendo e pedindo”. Sim, cabelo não fala mas diz muita coisa, então trate de “ler” os sinais que ele manda.

Ele tá ressecado? Tá sem brilho? Tá poroso? Tá sem vida? Tá sem balanço? Tá desbotado? Tá elástico? Tá frágil? Tá caindo? Tá quebrando? Tá com frizz? Tá crescendo direitinho? Tá secando rápido? Tá embaraçando fácil? Tá com caspa? Tá muito volumoso ou perdeu volume? Ficou muito oleoso?

Anote tudo isso e vamos pra etapa seguinte: a análise do histórico!

Cabelo precisa de tudo um pouco!

hidratação, nutrição ou reconstrução

Você faz ou fez alguma química capilar? Descolore? Pinta? Faz luzes ou mechas? Fez ou faz? Progressiva, relaxamento, alisamento ou similares (plástica dos fios, botox,  etc)? Quais ativos você usou pra relaxar, alisar, fazer progressiva ou qualquer outra escova?

Anote tudo e analise agora a estrutura e as características do seu cabelo. Ele é liso, ondulado, indefinido, cacheado, afro, fino, grosso, oleoso ou seco?

E quais são os produtos que você usa? Eles são específicos para o seu tipo de cabelo? Quais são os ativos predominantes nesses produtos?

Tá tudo anotado? Calma que tem mais! Vamos analisar a sua rotina… Você passa o dia numa sala com ar condicionado ou trabalha exposta ao sol? Usa muito secador e muita chapinha? É rata de praia ou de piscina?

Histórico capilar é TUDO!

hidratação, nutrição ou reconstrução

Todas essas perguntas mais parecem um daqueles questionários do IBGE, mas respondê-las é a forma mais simples de entender quais são as necessidades do cabelo.

De forma muito resumida, só pra vocês terem um parâmetro, a regra é essa:

  •  O cabelo está sem brilho e ressecado? Então ele precisa de hidratação!
  • O cabelo está com frizz, volumoso, desalinhado ou poroso? Ele tá pedindo por nutrição!
  • O cabelo  está fino, frágil, quebradiço e “elástico”? Ele grita por reconstrução!

Como o assunto é muito longo, vou dividir em várias partes, mas fiquem tranquilas que vou ensinar como identificar cada necessidade e como escolher os produtos certos para cada caso, tá? Publico tudo esse final de semana!

Posts que vão ajudar:

Beijos, Ju

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

29.11.2013

Ser Bonito Virou Obrigação!

Tava quase dormindo ontem quando o celular começou a vibrar e fui olhar o que era. Como era um aviso  do Face e o sono ainda não tinha tomando conta, fui ler e acabei passando a madrugada agoniada.

A Mi, uma leitora aqui do blog, me marcou no Face de uma outra blogueira que fazia um desabafo sobre uma leitora que enviou um e-mail falando que ela ficava feia sorrindo e que ela deveria usar aparelho.

Comentei lá e fiquei pensando nisso, mas não pela falta de educação de mandar um e-mail pra quem você sequer tem intimidade e pedir pra pessoa parar de sorrir (oi?), e sim pela patrulha infantil, burra e irresponsável da perfeição.

obrigação de ser bonito

Sim, hoje existe praticamente a obrigação de ser lindo e perfeito, e caso você não seja, e ninguém é, será digno de linchamento em praça pública, ou melhor, na Timeline do Facebook.

Que coisa mais feia  e vazia apontar  o outro e bradar  um “você é feio”! Posso aceitar isso de meninas na pré-escola, mas não de mulheres adultas.

Juro que o meu problema não são as críticas pesadas e grosseiras sem fundamento, porque sei que gentileza e educação são coisas que andam em falta (já falei sobre isso nesse post: Recalque e Grosseria: Os Dois Lados da Mesma Moeda). O que me preocupa, de verdade, é essa obrigação de ser lindo e perfeito 24 horas por dia, porque imagino o quanto de frustração as pessoas carregam dentro de si por jamais conseguirem o que desejam: a perfeição.

obrigação de ser bonito

Nós somos bombardeados de todos os lados, todos os dias, com imagens de mulheres supostamente perfeitas (e viva o Photoshop!), com dentes perfeitos, corpos perfeitos, cabelos perfeitos, rostos perfeitos e uma vida perfeita, e acabamos acreditando que aquilo é real. Pior, acabamos, inconscientemente, querendo aquilo pra nós e cobrando isso dos outros.

Uma pena, já que nada disso é real. Nada.

Portanto, para o seu próprio bem, caia na real e pare de buscar, em si e nos outros, o que não existe. Melhor, se aceite como você é, porque isso sim é incrível. Quer mudar algo ou quer melhorar algo? Não vejo o menor problema, desde que isso não seja encarado como pressuposto pra felicidade, porque não é.

tumblr_lqa66nhvgM1qhrs80o1_500

Nunca, em toda minha vida, quis ser perfeita, porque, na real, nunca fui a mais bonita (já fui bemmm esquisita, aliás…), e isso nunca fez a menor diferença na minha vida, porque o que sempre quis foi viver muito e viver bem. Eu sempre quis ter amigos, ter histórias, ser feliz, e isso não tem nada a ver com beleza.

Lido bem com o fato de ser bicuda,  de ter bochechas enormes, acho engraçado meus dois dentinhos de Cascatinha (eles são tortinhos embaixo!), dou risada do meu “pé de pato”, da minha “falta de jeito” e não me importo nem um pingo em ser super desastrada.

Nunca fui magra e isso já me incomodou muito  sim, e me incomoda um pouco, mas não é um problema e  nunca me impediu de viver e de ser  feliz, que é o que, pra mim, importa. Nunca. Eu vivi muito, e continuo vivendo. Eu amei muito, e continuo amando. Eu fui muito amada, e continuo sendo. Eu tive muitos amigos, e continuo tendo.

obrigação de ser bonito

Vivi coisas ruins? Várias, mas isso acontece com todo mundo. Todo mundo é rejeitado uma  vez na vida (ou várias!), todo mundo é traído, todo mundo é enganado, todo mundo tem perdas, todo mundo comete erros, e isso independe de beleza.

E se tudo o que é importante independe de beleza, pra quê essa neurose toda em torno disso? O tempo que se perde buscando o impossível, a perfeição, as pessoas deveriam estar “gastando” pra viver, porque quase nada é tão triste quanto uma vida pobre em experiências, em vivências, em amores, em histórias.

Ninguém precisa ser lindo pra ser incrível, ninguém precisa ser perfeito pra ser feliz, então pare de apontar o dedo, pra si e para os outros, e trate de fazer o óbvio: viver muito bem e ser, sempre que possível, muito feliz!

Beijos

Ju

Página 1 de 1712345
O que você acha do JV?
Amo as dicas, resenhas...enfim, tudo aqui no JV é um serviço público e de grátis rsrs , sigo as dicas da Ju e até hoje…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Esse esmalte é muito perfeito 😍 Vai ser daqueles que vou usar muuuuuuuuito ❤️ #blogbellealmeida #linho #anahickmann
  • Hoje chegou meu #ringlight do aliexpress, #jurovalendo tudo de bom, veio super rápido!
Levou 1 mês e 15 dias e paguei só 15 dinheirinho por ele. Tô mega feliz e satisfeita com a minha compra. Se alguém quiser o link do vendedor so.me pedir no direct que eu mando. .
.
.
.
.
.
.
.
#maquiagem #fotinho #iluminaçao #valendo #luz #maquiadora #sulbloggers #sublimmers
  • Unha da semana ✅
Sabe aquele esmalte que te deixa com mão de Rhyca?! Pois esse é o #Linho da coleção de esmaltes da #anahickmann ❤️
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo