27.02.2015

Abobrinha Recheada e Gratinada

Voltamos com as receitinhas, e essa é tudo de bom! Postei uns dias atrás lá no insta (@jurovalendo, bora papear por lá também!) e resolvi trazer pra cá, porque é bem gostosa!

Antes da dieta fazia essa receita com batata e era dos deuses, mas como não posso comer batata, tentei fazer com a abobrinha e deu tão certo que preciso compartilhar!

abobrinha-recheada-gratinada

Você vai precisar de:

  • 1 abobrinha descascada
  • Recheio/molho (o que você quiser)
  • Parmesão ralado

abobrinha-recheada-gratinada

Como Fazer

1. Descasque a abobrinha (usei só a metade) e fatie ela toda sem deixar que a faca chegue na base, pois as fatias precisam estar “grudadas” na parte de baixo.

2. Coloque a abobrinha numa vasilha fundinha e jogue água quente com sal por cima, deixando “amolecer” por 5 minutos. Enquanto isso, ligue o forno.

3. Escorra a água da abobrinha e seque-a com papel toalha, colocando em uma assadeira antiaderente em seguida. Uso a antiaderente porque não gosto de fazer com óleo, mas dá pra fazer na de vidro ou alumínio, é só colocar um pouco de óleo pra não “grudar”. Se quiser, pode temperar as fatias com pimenta do reino, que eu adoro mas esqueci! rs

abobrinha-recheada-gratinada

4. Coloque o recheio entre uma fatia e outra, e você pode usar o que você quiser. Usei queijo e meu molho de páprica picante (receita aqui), porque adoro, mas dá pra botar qualquer recheio, tá?

5. Por cima espalhei o molho de páprica, mas você pode usar qualquer outro “molho”, como o de creme de leite com parmesão ou outro qualquer, o importante é que tenha um molho por cima pra “gratinar”. Coloquei pouco, mas quanto mais a gente coloca, mais gostoso fica. #VaiGordinha

6. Salpique parmesão ralado por cima e leve ao forno por aproximadamente 20 minutos ou até que fique douradinho. Coloquei também tomilho e alho granulado, mas é opcional.

abobrinha-recheada-gratinada

7. Sirva ainda quente.

Gosto muito desse prato, muito, porque fica gostoso, cremoso e cabe na minha dieta, sabe? E quando faço pra minha mãe coloco “recheio de coxinha”, porque ela adora frango com milho e diz que fica delicioso!

Ah, tô com mais duas receitas pra postar aqui: maionese e ketchup caseiro, qual querem primeiro? Ah, e se quiserem mais receitinhas da minha dieta é só clicar aqui!

abobrinha-recheada-gratinada

Beijos

Ju

24.02.2015

Sanduíche sem Pão: O Melhor da Minha Dieta

Quando  comia carne, era capaz de “almoçar e jantar” sanduba todos os dias porque realmente gostava demais. Depois que cortei as carnes ficou mais difícil porque não acho, aqui em Jee, sanduba com hambúrguer de soja, e com a dieta, que corta pão, me conscientizei de que esse tipo de “alimento” estava fora da minha vida.

Mas semana passada fiquei com vontade de testar novas possibilidades e perguntei pro meu nutri se poderia comer sanduba, e ele disse que sim, desde que fosse sem pão, sem carbo e sem açúcar (ketchup tem açúcar!).

Sanduíche-sem-Pão

Pensei, pensei, pensei e resolvi fazer um sanduba aberto que foi uma das melhores invenções da minha dieta, juro valendo! 

Como “base” usei uma folha de acelga, que é mais grossinha e durinha, e comprei hambúrguer de soja, que feito com bastante cebola roxa e ghee (ou manteiga) fica gostoso!

Coloquei a folha de acelga no prato e por cima coloquei o hambúrguer de soja com queijo prato, ovo frito, tomate, alface, mais cebola roxa e um pouco de milho, que não é permitido na minha dieta mas usei um tiquinho.

Pra ficar “cremoso”, fiz o molho com creme de leite, mostarda, páprica doce e páprica picante, já que não dá pra usar ketchup, e finalizei com um tiquinho de milho. Gente, ficou uma delícia!

Sanduíche-sem-Pão

As medidas certas do molho são: 4 colheres (de sopa) de creme de leite, uma “espremidinha” de mostarda, 1/2 colher (de chá) de páprica picante e 1/2 colher (de chá) de páprica doce. Pro meu paladar essas medidas dão certinho, mas pode acrescentar cebola e/ou alho granulado, creme de cebola (faço em casa, porque o de mercado tem carbo),  molho inglês e, claro, mais creme de leite.

Ficou delicioso mesmo, com gosto de sanduba, e eu gostei tanto que no dia seguinte fiz outro, dessa vez usando a mesma base (acelga, hambúrguer de soja, ovo e queijo), mas colocando tomate, cebola roxa, rúcula, pimenta calabresa, cogumelo e gergelim preto.

Tirei o milho, e o molho fiz de páprica picante (receita aqui) com um tiquinho de mostarda. Ficou maravilhoso, não saí da dieta e matei minha vontade!

Sanduíche-sem-Pão

Agora, tenho uma reclamação: porque não fabricam hambúrguer de soja “defumado”, gente? Ficaria muito mais gostoso!

Ah, já ia esquecendo: pra que o queijo não grude na frigideira faça assim: quando o hambúrguer estiver pronto coloque uma fatia de queijo por cima e tampe a panela por 2 minutos, assim o queijo derrete e não “gruda”.

Alguém já tentou algo parecido? Vou testar outras possibilidades e postar no insta (esses dois já tinha postado lá no @JuroValendo, bora pra lá!), e quando tiver conteúdo suficiente faço um post aqui, tá?

Se quiser ver mais receitinhas da dieta é só clicar aqui, e pra acompanhar meu Diário de Dieta clique aqui.

Beijos

Ju

21.01.2015

Molho de Cebola Agridoce – Versão Diet

Adoro molhos, eles têm sido essenciais na minha dieta e um que é amor é o de cebola agridoce, parecido com aquele do Subway, conhecem?

Gosto demais de coisinhas agridoce, e na salada gosto mais ainda pra quebrar a monotonia do salgado. E ó, esse molho é super fácil de fazer e bem rapidinho.

cebola agridoce

Vocês vão precisar de:

  • 3 cebolas roxas raladas
  • 4 colheres (das de sopa) de azeite de oliva
  • 1 colher de adoçante culinário (ou 4 colheres de açúcar pra uma versão “não diet”)
  • 3 colheres (das de sopa) de vinagre branco
  • 1 colher ( das de chá) de sal
  • 200 ml de água

cebola agridoce

Como Fazer

O ideal é que a cebola seja ralada, mas sou covarde pra cebola e não tenho raça pra ralar, então corto ela bem pequena e quando o molho fica pronto bato no liquidificador, mas, por algum motivo que não sei explicar, o molho fica mais gostoso quando a cebola é ralada.

1. Primeiro coloque o azeite em uma panela e deixe aquecer.

2. Junte a cebola ao azeite pra refogar e deixe ali até que ela comece a murchar, ficar “molinha”.

3. Feito isso, acrescente o adoçante culinário (ou açúcar) e misture bem. Aí coloque o vinagre, o sal e por último a água.

cebola agridoce

4. Deixe cozinhando em fogo baixo até que fique um caldo bem encorpado.

5. Sirva em seguida!

Quem quiser pode bater no liquidificador, e essa quantidade de molho dá pra uns 5 dias aqui em casa (como salada 2 vezes ao dia). Ele aguenta sem problemas na geladeira, é só colocar num recipiente tampado.

Nunca como só ele de molho porque acho que ele fica melhor combinado com o molho de parmesão (tem a receita aqui) ou algum outro mais cremoso e/ou apimentado.

Além de colocar em saladas, dá pra usar em sandubas e com carnes, inclusive carne de soja (filezinho agridoce de carne de soja é amor!).

Ele é bemmmm gostoso, e quem gosta do molho de cebola agridoce do Subway com certeza vai gostar desse, pois o sabor é bem parecido!

Beijos

Ju

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…