Vizcaya
23.01.2015

Como Conciliar Dieta e Balada/Férias?

Quem me fez essa pergunta foi uma leitora lá de Ilhéus, e acho que é uma dúvida que muita gente tem, né?

Tô numa fase de sair bem pouco (nada melhor que a idade pra sossegar o facho, né?rsrs), mas no final do ano senti essa dificuldade, porque onde eu chegava era só gordice que se via. Ou seja, um Deus nos acuda!

Como não como nenhum tipo de carne, as tentações são um pouco menores. E como tô liberada pra proteína e em qualquer lugar tem queijo, tenho sempre uma salvação.

Mas, no geral, o que mais me ajuda é isso:

dieta

1. Comer antes de sair de casa

Não importa pra onde vou, uma saladinha ou iogurte com castanhas antes de sair é de lei!

É que sair de estômago vazio me faz querer atacar todas as gordices que vejo pela frente, sabe? “Forrando o estômago” antes consigo ter mais controle.

2. Escolha pratos mais leves

Não deixo de sair por causa da dieta, mas aprendi a fazer escolhas mais inteligentes. No meu caso, uma boa tábua de frios é, quase sempre, a solução. Sempre viro a cara pra cestinha de pães do couvert, e quando não tenho nenhuma opção que “caiba” na minha dieta, ou seja, proteínas, tento uma brusquetta ou algo do tipo. O que não faço é, por exemplo, atacar salgadinhos, batata frita e coisas que sei que são as “piores opções”.

dieta

Se vou numa pizzaria (faz tempo que não vou porque não tô consumindo farinha, inclusive de trigo), peço massa fina, sem bordas recheadas e escolho recheios mais leves. No japonês, como não como carne de nenhum tipo, peço sunomono, mas quem come peixes tem muito mais opções, desde que não sejam as versões fritas e cheias de gordice.

Em todo cardápio, de qualquer lugar, sempre tem alguma opção mais leve, então escolha ela. Ok, você quer porque quer aquela gordice? Peça, mas divida com outras pessoas.

3. Lei da compensação

Saiu do controle na noite anterior ou quis se dar de presente uma massa suculenta? Desde que isso não se torne um hábito, não tem problema, mas no dia seguinte aplique a lei da compensação e faça escolhas bem leves pra compensar os excessos.

dieta

A lei da compensação, aliás, é sempre válida para “o dia seguinte” das baladinhas, e não ache que porque você saiu da linha um dia sua dieta foi por água abaixo porque, vez ou outra, isso acontece com (quase) todo mundo, o que importa é fazer desse pequeno deslize uma exceção e não a regra.

O que funciona de verdade é o bom senso. Você está se esforçando, comendo limpo, fazendo as coisas direitinho e não vai colocar tudo a perder atacando todas as gordices disponíveis, mas pode sim “experimentar” uma coisa ou outra, vez ou outra.

Mesmo de dieta, não abro mão, de vez em quando, de tomar meu vinho ou minha roska, e tomo sem culpa, tomo com prazer, sabe? Cada vez mais me conscientizo de que dieta só funciona se te faz feliz, e acho um absurdo abrir mão de sair com os amigos, de estar com a família por causa da dieta. Isso não é vida gente, isso é escravidão, e não acho que ser refém da dieta seja a melhor opção.

dieta

Isso é o que vem funcionando pra mim, mas quero saber o que funciona pra vocês. Dividam aí!

Beijos

Ju

Vizcaya
18.01.2015

Saladas da Semana: Fáceis e Gostosas

Tenho postado minhas saladinhas todos os dias lá no insta (@JuroValendo, segue lá!) e resolvi fazer uma “geral” por aqui toda semana com ideias simples, fáceis e gostosas de saladas (e outras coisitas mais!).

Semana passada fiz um post aqui falando um pouco de como monto e tempero minhas saladas, e nesse post aqui tem a receita do meu molho de páprica, que é uma delícia, e já aviso logo que é raro colocar alguma coisa de muito diferente nas minhas saladas pelo simples motivo de não encontrar aqui em Jee! rs

saladas

Ah, um aviso sobre a dieta:  minha dieta privilegia proteínas e gorduras boas, além dos carbos das verduras e legumes (não como nada com açúcar, nenhum outro tipo de carbo e não tô sentindo falta), então tô liberada pra creme de leite fresco, leite, manteiga (Ghee) e iogurte. Outra coisa que vale avisar é que como bastante queijo em todas as refeições porque não como carne de nenhum tipo, então preciso de outras fontes de proteína, tá?

saladas

Na segunda fiz uma saladinha básica com alface americana “rasgada”, milho, pimentão amarelo e vermelho picados, azeitona preta picada e cebola (da pequena) de conserva. Temperei tudo com vinagre, páprica picante e pimenta do reino, e depois salpiquei parmesão ralado. Pro molho usei cottage, curry e alecrim. Ficou mara!

saladas

Na terça misturei rúcula, acelga, repolho roxo, vagem, azeitona preta, pimentão amarelo e ovo de codorna (como muito!), e temperei com pimenta do reino, azeite de oliva e vinagre. Pro repolho fica macio é só cortar bem fininho e jogar água fervente em cima, depois retira da água e coloca na salada. Ah, o molho foi o de páprica (receita aqui).

Na quarta de noite senti vontade de “comida quente”, daí montei uma “cama” de rúcula, salpiquei azeite e coloquei azeitona preta picada pra, por cima, colocar meus “tomates assados”.

saladas

Eles são bem fáceis de fazer e ficam deliciosos: corte o tomate em 3 fatias grossas, salpique sal e pimenta do reino e cubra com parmesão ralado, levando ao forno. Quando o queijo estiver derretido, retire do forno, salpique manjericão e coloque sobre a “caminha de rúcula”. O que parece ser óleo aí é do queijo mesmo.

Pra completar fiz uma saladinha de  alface, cebola fatiada (pra tirar a acidez é só fatiar e jogar água fervente por cima, deixando por 5 minutos. Se temperar com orégano depois fica uma delícia!), pimentão verde e amarelo e parmesão ralado. Temperei com vinagre e pimenta do reino (melhora muito o sabor e reduz a necessidade do sal), e servi com meu molho de páprica.

saladas

Na quinta fiz salada de alface, tomate fatiado, pimentão amarelo, azeitona preta, cebola fatiada bem fina e parmesão ralado, temperada com vinagre e pimenta do reino, e com o bom e velho molho de páprica picante.

Na sexta  peguei pesado no queijo, tava morrendo de vontade! rs Misturei alface, tomate, pimentão amarelo e vermelho (picados), cebola fatiada, azeitona e parmesão, e depois temperei com pimenta do reino e vinagre. O molho é o de páprica, mas salpicado de parmesão ralado.

saladas

Daí fiz uma porção pequena de repolho macio (fatia e joga água quente, deixando uns minutinhos) com iogurte natural e mostarda. Fica tão bom gente!

Ah, e no domingo eu também como salada, só que salada mais gordinha! É meu dia de almoço livre, mas eu tô gostando tanto das minhas saladas que não sinto vontade de atacar uma massa, sabe?

O que eu fiz foi uma salada de rúcula, tomate, manjericão, azeitona preta e queijo de coalho picado (quentinho, da chapa). Temperei com um pouco de pimenta do reino e azeite. Pro molho misturei iogurte grego caseiro (essa semana posto a receita, pode deixar!), curry, molho inglês e creme de cebola. E, pra ter cara de domingo, fiz batata gratinada com alecrim… Ô delícia!

Minhas saladas são bem básicas, com coisas que todo mundo acha fácil na feira e/ou no mercado, e elas me deixam saciadas mesmo.

saladas

Os molhos e o queijo deixam tudo mais “gordinho”, mas parei de contar calorias porque minha dieta, que foi planejada com meu nutri de acordo com minhas necessidades e meus hábitos alimentares, não limita a quantidade de proteínas, gorduras boas, verduras e legumes.

Pra mim isso funciona por uma razão simples: eu não quero só emagrecer, eu quero comer bem, eu quero mudar meus hábitos, eu quero realmente ter vontade de comer uma salada e não de atacar um pacote de salgadinho quando estiver com fome, sabe? E pra levar isso pra vida toda a coisa tem que ser gostosa!

Sim, pode ser que a perda de peso seja um pouco mais lenta, mas hoje prefiro constância que velocidade. Eu quero sentir prazer de comer coisas saudáveis, eu quero que isso seja uma escolha pra vida e não só uma “opção de dieta”.

E vem funcionando bem, muito bem!

Beijos

Ju

 

10.01.2015

Saladas Gostosas: Sim, Isso Existe!

Uma das minhas maiores conquistas tem sido mudar meus hábitos alimentares e não apenas comer saladas, mas gostar de verdade de saladas.

Senti falta nas férias e desde que cheguei tenho comido salada todos os dias, e se hoje como com prazer é porque entendi que pra fazer todo dia tem que ser bonito e gostoso, porque se o intuito é levar isso pra vida toda, saladinha de tomate e alface todos os dias, sem molho e sem graça, não vai funcionar!

E você pode fazer uma salada deliciosa com o que tiver em casa, aí é só temperar direito e fazer um bom molho, como os que tenho postado lá no instagram todos os dias (@JuroValendo, segue lá!).

saladas

A minha salada básica de todos os dias leva alface picada, cebola roxa (faz toda diferença!) cortada em fatias fininhas, pimentão (amarelo, vermelho ou verde, e se tiver os 3 coloco todos) picado e azeitona picada (pouca).

Quando encontro outras coisas que gosto na feira daqui deixo a coisa mais incrementada, e nessa mistura base aí você pode colocar tomate picado, acelga (amo!), vagem, cenoura ralada, beterraba, milho, folhas verdes, brócolis,  castanhas, frutas, frutas secas e o que mais você quiser, é só usar a imaginação!

saladas

Aí você coloca tudo em uma vasilha e tempera com sal, vinagre e pimenta do reino (Faz diferença!). Por cima uma cebolinha picada vai muito bem e dá um gosto todo especial!

Ah, quem quiser também pode colocar azeite de oliva, pimenta calabresa, curry, orégano e outros temperos pra dar um toque diferente. Comida sem tempero não tem gosto, né? Salada também não! Portanto, invistam no tempero, procurem opções novas, testem novas possibilidades. É, com certeza, um grande diferencial!

saladas

Como não como carne de nenhum tipo, coloco sempre algum queijo picado nas minhas saladas, assim como ovo (normal ou de codorna). Na minha dieta cabe esse tipo de alimento de forma livre, porque proteína tá liberado, gorduras em quantidade moderada também, só restrinjo mesmo o carboidrato (só consumo de verduras e legumes) e cortei o açúcar, mas aí você tem que adequar à sua dieta, tá?

Temperou? Vamos pra parte boa: os molhos!

Amo molhos e fico feliz de poder usar creme de leite e maionese (eu mesma faço), pois eles são liberados na minha dieta e são a base de quase todos os meus molhos, mas você pode usar a versão light bem como substituir por iogurte natural desnatado.

saladas

Já deixei a receita aqui do molho de parmesão da Subway (post aqui), que é facinho e delicioso, e um que estou gostando bastante é o #MolhoDaJu, invenção minha que deu super certo!

Eu misturo uma colher (de sopa) de creme de leite gelado (gosto de usar o fresco e venho usando o sem lactose, mas pode usar qualquer um), 1/2 colher (das de sopa) de maionese (uso a caseira), 1 colher (de chá) de creme de cebola (tem o industrializado, mas eu mesma faço o meu), 1 colher (de chá) de páprica picante (é o ingrediente principal!) e algumas gotas de molho inglês (vá dosando pro seu gosto).

saladas

Depois desse molho não tem tempo ruim, toda salada fica gostosa! E sendo gostosa eu como todos os dias e minha dieta tem funcionado muito bem, o que me deixa bem feliz!

E você, tem algum segredinho pra deixar a salada mais gostosa? Divide aí!

Beijos

Ju

saladas

O que você acha do JV?
Eu simplesmente amo esse blog!!! Já perdi a conta de quantos produtos comprei depois de ver resenhas daqui, porque sei que são reais. Bioextratus foi…