Vizcaya
22.09.2014

3 Novos Ativos Pra Ajudar a “Perder Barriga”!

Esse final de semana li alguns “informativos” sobre novos (e nem tão novos assim!) ativos que prometem ajudar na perda de peso, principalmente na perda de gordura da barriguinha,  e achei que seria uma boa falar um pouquinho sobre isso, porque esse é um assunto que sempre nos interessa, né?

Claro que todo suplemento, fitoterápico ou nutracêutico deve ser sempre indicado e acompanhado por um médico (ou nutricionista), então o intuito do post é somente informar sobre novas possibilidades, daí na próxima vez que for ao médico você pode perguntar sobre esses ativos, tá?

como perder barriga

1. Morosil: Pra Secar a Barriga!

O Morosil é um extrato seco obtido a partir do suco de laranjas vermelhas Moro, cultivadas exclusivamente na área em torno no vulcão Etna, na Sicília (Itália).

Pelo que li, essa laranja é super rica em antocianina, um potente antioxidante, vitamina C, flavonóides e ácidos hidroxicínâmicos, e essa mistura toda resulta numa ação que ajuda a reduzir a gordura abdominal em até 50%.

Ok, achei a promessa exagerada, porque né, 50% é muito, mas, por via das dúvidas, tô querendo umas duas toneladas, até porque teve estudo publicado na revista International Journal of Obesity que mostrou que o bendito realmente ajuda a neutralizar o ganho de peso e o acúmulo de gordura, levando a uma redução na gordura abdominal que varia de 20 a 50%.

perder-barriga

Já quero ser vizinha desse vulcão e ter uma plantação dessa laranja! hehe

2. Saffrin: Pra Controlar a Saciedade

Outro ativo que chamou a minha atenção foi o Saffrin, conhecido como ouro vermelho. Ele é, simplificando, um extrato do açafrão que, supostamente, ajuda na perda de peso porque reduz a fome e a vontade de comer doce, além de melhorar o humor, vez que inibe a recaptação de serotonina. Como ajuda a “afinar”, reduz também  a barriguinha!

Esse me lembrou o 5-HTP, vocês conhecem? Meu nutrólogo me indicou ano passado (mas eu já havia tomado antes) e não fico sem!

3. CactiNea: Drenagem Linfática em Cápsulas

Falei sobre esse ativo ano passado (post aqui)  e, gente, esse troço é legal, tô precisando comprar de novo!

como perder barriga

Não faz nenhum milagre, claro, mas ajuda muito a “desinchar” porque  tem um bom efeito diurético, sem, contudo, gerar perda de minerais, o que é um diferencial e tanto, né?

O ativo é extraído do fruto de um cacto chamado opuntia ficus-indica, que é diurético e antioxidante, e testes em voluntários resultaram numa perda de peso de até 3,3 kg em 28 dias.

Vocês conhecem algum desses? O que acharam? Acho esses ativos bacanas, desde que a pessoa saiba que eles são meros coadjuvantes, que não fazem mágica, e que nada vai funcionar sem a duplinha básica, ou seja, alimentação adequada e atividade física!

Beijos

Ju

Vizcaya
11.09.2014

#100DiasDeBeleza: Esqueça a Dieta e Aprenda a se Alimentar Direito!

Meninas, o servidor ficou instável e não consegui colocar o #100DiasDeBeleza no ar, mas relaxem que isso será reposto, tá?

Comecei a semana falando de alimentação, e esse é um dos temas mais difíceis pra mim porque sinto “na pele”, mas é também, por causa disso, o mais fácil, já que sempre me alimentei mal e “quebrei o pau” com a balança.

No post passado falei o que penso sobre isso e o que decidi fazer (post aqui), e vou compartilhar como tenho feito e o que tem funcionado, tá?

Aprenda a se alimentar direito!

se alimentar direito

1. Se você quer que a coisa funcione para sempre, esqueça a pressa e nem pense em dietas restritivas. Esse, infelizmente, não é o caminho e não existe mágica. Existe reeducação, existe disciplina, existe escolha entre o prazer momentâneo, porque sim, brigadeiro de colher faz milagres pelo meu humor, e o prazer duradouro, que é aquele que a gente sente quando olha no espelho e gosta do que vê, quando a gente compra a roupa que quer porque sempre tem o nosso número, porque tudo cai bem. O que você prefere?

2. Coma o que o seu corpo precisa, não o que os seus olhos desejam. Seria muito legal viver de pizza, sorvete e doces porque é gostoso, porque é fácil, porque é rápido, mas isso aí não alimenta seu organismo adequadamente, isso não fornece as vitaminas e minerais essenciais, isso não mata a fome do seu corpo, ao contrário, todas essas gordices são, na maioria das vezes, calorias vazias.

3. Pare de beliscar! Quando fui parar pra analisar meu histórico alimentar percebi que não fazia apenas 3 refeições principais e 2 lanches. Eu fazia uma refeição só, mas ela durava o dia inteiro, porque passava o dia todo beliscando sem parar. Acabava não “comendo” de verdade, mas me entupindo de besteiras, sempre calóricas, e por isso não entendia como estava engordando.  É preciso fazer 3 refeições principais, com os alimentos do bem, ou seja, frutas, cereais integrais, verduras e legumes. E é preciso, nos intervalos, fazer algum lanche, mas que seja algo leve e rico nutricionalmente.

se alimentar direito

4. Cuidado com o açúcar! Uma das coisas mais importantes que consegui esse ano, e falo sério, foi conseguir reduzir drasticamente o consumo de açúcar. No início do ano passei 30 dias sem comer NADA doce, nada com açúcar e, mesmo sofrendo horrores, foi a melhor coisa que fiz. Meu paladar mudou e hoje tomo tudo sem açúcar, de suco a café, e não sinto mais aquela necessidade absurda de doces, sabe?

5. Faça escolhas inteligentes! Você é uma mulher, é adulta, é inteligente, não tem que se alimentar como criança (esse é meu mantra! huahuahua), então, por favor, vamos parar com essa história de comer salgadinho, biscoito recheado e fast food todo dia. Invista em alimentos “de verdade”, reduza os industrializados, descubra novas possibilidades, novos sabores e crie novos hábitos alimentares. Se você fizer isso, não vai precisar fazer dieta, garanto, porque ninguém tem compulsão, por exemplo, por salada de folhas, né?

6. Faça de suas refeições um ritual, porque isso faz toda a diferença! Quando a gente come vendo TV, na mesa do computador, passando mensagem pelo whatsapp, checando instagram, e-mail ou seja lá o que for, nem presta atenção no que está comendo, nem sente o sabor dos alimentos, e acaba comendo em maior quantidade e mais rápido. Mude isso, sério! Refeições devem ser feitas na mesa, com calma, comendo devagar, sentindo o sabor do alimento. Esse precisa ser um momento de prazer, não pode ser “no automático”.

se alimentar direito

7. Reduza as porções! Não acho que seja um crime comer um chocolate se é chocolate que seu corpo tá pedindo, mas é 1 e não a caixa toda. O mesmo vale pra todo tipo de comida, inclusive no café da manhã, no almoço e no jantar. Nada de porções enormes, nada de repetir o prato. Coma pra satisfazer o seu organismo, não a sua gula, não a sua vontade. A gente tem que comer pra “matar a fome” do organismo, não a fome emocional, não o vazio, não a ansiedade, não a insatisfação. Entende a diferença?

8. Beba mais água! Às vezes o que a gente pensa que é fome não passa de sede, então antes de “atacar” qualquer coisa tome um copo de água e aguarde 10 minutos, se depois disso a “fome” não passar, coma algo. É preciso hidratar o organismo ao longo do dia, então tome pelo menos os tais dos 8 copos de água diariamente. É legal também apostar em chás (procure orientação de um médico ou nutricionista), e eu adoro o chá de cavalinha e o de alecrim, que tomo todos os dias.

9. Não invente desculpas! Eu fiz isso a vida toda e posso garantir que o “leque de desculpas” não tem fim, mas a grande verdade é que quem quer faz e ponto. Claro que não é fácil, é péssimo ter que resistir às tentações, mas você precisa assumir o controle da sua alimentação, do seu corpo, da sua vida. Só depende de você!

se alimentar direito

Exercício do Dia:

1. Durante todo o dia anote tudo o que você come, tudo mesmo. No dia seguinte analise cada uma das coisas que você comeu e bebeu. Em uma folha coloque tudo aquilo que é alimento de verdade e no verso da folha coloque tudo que é gordice. A grande maioria vai se assustar com a quantidade que come, e, pior, com as besteiras que come. São essas besteiras que você precisa evitar!

2. Adote por 7 dias essas regras e veja como se sente depois:

  • Pare de “beliscar”.
  • Evite alimentos industrializados, evite refrigerantes, evite os molhos gordurosos e evite o fast food.
  • Coma frutas, legumes e cereais integrais todos os dias.
  • Como devagar, mastigando bem, sentindo o sabor dos alimentos e, principalmente, faça suas refeições na mesa (e claro que a mesa do computador não conta!).
  • Tome mais água, chás e sucos.
  • Reduza suas porções.

Conseguiu fazer isso durante os 7 dias? Se presenteie! E não, não é comida… É uma biju maravilhosa, uma blusa incrível, um livro inspirador ou algo do tipo. A cada conquista se mime um pouco, porque  isso tem um efeito psicológico bom, sabe? Deixa de ser uma “restrição” pra ser uma “premiação”.

Pra acompanhar todos os posts do #100DiasDeBeleza é só clicar aqui.

Beijos

Ju

08.09.2014

#100DiasDeBeleza: Faça as Pazes com a Comida!

Os primeiros posts do #100DiasDeBeleza foram mais sobre autoestima e coisas relacionadas porque tudo começa internamente e a gente vai voltar várias vezes a esse tema, só que essa semana o foco será a alimentação.

Eu me alimentei errado a vida toda e sempre tive dependência emocional de doce. Fora isso, não sei viver de alface, não gosto de passar vontade, adoro cozinhar e comer bem. Isso, lógico, acaba refletindo na balança.

Fiz dieta a vida toda e nenhuma nunca funcionou de forma definitiva, até que semanas atrás eu entendi que não preciso de dieta, eu preciso mudar de hábitos, o que é bem diferente.

faça as pazes com a comida

É preciso se alimentar corretamente, nos horários certos e aprender a comer direito, a comer “o que preste”. Não tem que passar fome pra emagrecer, tem que comer, só que comer bem. E isso, aliás, independe de emagrecer ou não, isso tem a ver com a nossa saúde, disposição e bem-estar.

Não vou negar que uma massa entupida de molho pesto consegue me hipnotizar. Não vou negar que queijos me fazem esquecer qualquer propósito com “perder peso” e não vou negar que amo bala, jujuba, sorvete, doce, salgadinho e por aí vai. Amo, amo mesmo, mas tudo na vida é uma questão de escolha, e ou você escolhe tudo isso, que dá prazer imediato, ou escolhe comer direito e ter o prazer de estar bem consigo mesma e com o seu corpo.

Eu gosto de comer, é fato, só que escolhi gostar mais de me sentir bem. Isso significa que nunca mais vou colocar nada disso na boca? De jeito nenhum! Significa que  vou priorizar o que é bom pro meu corpo, vou mudar o meu paladar, vou fazer refeições e não lanches, vou comer mais verduras, frutas e legumes, e que as “gordices” serão exceção e não regra.

faça as pazes com a comida

Eu resolvi fazer as pazes com a comida e a parar de tentar enganar meu organismo, porque se uma vez na semana ele pede por chocolate, eu vou sim comer um chocolate, mas é um só, e é chocolate de verdade, não é chocolate diet e nem a caixa toda.

Eu não quero mais comer comida sem qualidade, caloria vazia. Não quero mais alimentar minha gula, quero alimentar meu organismo pra me sentir bem, pra viver bem!

Isso é fácil? Claro que não, porque são hábitos de uma vida inteira, mas todos os dias quando acordo olho pro espelho e prometo que vou fazer as escolhas certas porque eu preciso, porque eu mereço! E você merece também, então faça isso por você e entenda de uma vez por todas que comida, de nenhum tipo, sacia a fome emocional!

Amanhã a gente conversa mais sobre alimentação, tá? Essa semana toda, aliás, a gente vai conversar sobre isso! Ah, pra acompanhar todos os posts do #100DiasDeBeleza é só clicar aqui.

Beijos

Ju

O que você acha do JV?
Bom dia , eu não conhecia o blog mais entrei hoje e adorei , tem muitas dicas , orientações, e as explicações não são pela…