10.12.2018

Color Dose La Roche-Posay: A Melhor Criação dos Últimos Anos!

Pigmento Para Protetor Solar Anthelios La Roche-Posay

O melhor lançamento do ano, aquele que mais me surpreendeu e que, com certeza, resolve vários problemas de beleza é, com toda certeza o Anthelios Color Dose, da La Roche-Posay, mas pode chamar também de todo poderoso, tá?

Digo isso porque achar um protetor solar com a cor ideal para o nosso tom de pele nunca foi  fácil, e a coisa vai piorando conforme o tom de pele vai ficando mais escuro.

Deide, inclusive, sempre reclamou disso, assim como muitas de vocês. E eu tentei de várias formas, até porque a gente já sabe que o pigmento é essencial para a proteção da luz visível e, consequentemente, para a prevenir as manchas de pele, né?

color dose resenha

Fora o problema do tom, muita gente tem seu protetor preferido, geralmente branquinho, e não quer acrescentar mais uma camada de protetor com cor, seja pelo acabamento ou pela grana mesmo.

E, saindo da questão da proteção solar, quem aqui nunca comprou base no tom errado? Quem aqui tem que comprar uma base pro verão, quando a pele está mais bronzeada, e outra para o resto do ano? Eu sempre!

E, meu povo, o Color Dose resolve tudo isso e muito mais!

Mas deixa eu explicar certinho o que é o todo poderoso e como ele funciona, tá?

color dose resenha

 O que é o Color Dose?

O Color Dose é um pigmento mineral para misturar com o protetor solar, personalizando a cor e a cobertura, uniformizando a pele e reforçando a proteção à luz visível.

Indicado para todos os tipos de pele, inclusive as peles sensíveis, o Anthelios Color Dose pode ser misturado com qualquer protetor solar sem alterar a textura e o FPS.

Sem perfume, não comedogênico, oil free, rico em antioxidantes e  testado sob controle dermatológico, o Color Dose está disponível em 6 tonalidades: Bege, Bege Claro Dourado, Bege Médio, Bege Médio Dourado, Marrom e Marrom Escuro.

color dose

color dose

Para que serve?

As possibilidades de uso do Color Dose são inúmeras, e a medida que for testando vou colocando aqui, mas, a princípio, ele serve para personalizar a cor do seu protetor solar, tanto o branco quanto o com cor.

Isso, além de entregar o tom ideal para a sua pele, faz toda diferença pra quem não costume se proteger da luz visível e usa apenas o protetor solar branquinho. Nesse caso, quando associado a esse protetor, que oferece proteção contra os raios UVA e UVB, mas não contra a luz visível, o Color Dose vai agir como um pigmento que reflete a luz visível e ajudar na proteção das manchas.

Vale lembrar, e Dra Clessya deu uma aulinha sobre isso lá nos stories (tá salvo nos destaques, em Proteção Solar), que o pigmento (cor, que pode ser maquiagem, protetor com cor ou o Color Dose, por exemplo) é quem garante a proteção de 45% da radiação capaz de produzir manchas, o que é muita coisa!

color dose resenha

color dose resenha

Ela falou sobre o Color Dose também, explicou porque e como funciona, e, claro, só incluí na minha rotina depois da indicação dela (já sabe que tem que consultar o seu dermatologista antes de usar, né? Isso vale pra qualquer produto!).

Mas, voltando, quando a gente usa um protetor solar branquinho e mais nada que tenha cor, estamos protegendo apenas 5% da radiação que é capaz de fazer mancha, o que explica porque tanta gente usa protetor corretamente e mesmo assim a coisa não melhora.

Além disso, o Color Dose é ótimo para “corrigir” o tom da base, do corretivo e para “criar” hidratante (tanto corporal quanto facial” com cor.

Fiz um hidratante corporal iluminador com ele que ficou sucesso, já posto no Instagram e aqui também, tá?

color dose resenha

Resenha do Color Dose

A embalagem é plástica, tem tampa de rosquear, bico dosador do tamanho exato para evitar desperdícios e vem com 17 ml de produto, que rende muito!

A textura é bem fluída e leve. Não tem perfume, e as cores que tenho usado são a Bege Claro e a Bege Médio. Uso a clara quando passo uns dias longe do sol, e a média quando estou mais coradinha, porque, migas, já não sou mais um fantasminha com icterícia!

Os dois tons possuem fundo neutro, então a coisa não fica amarelada, acinzentada e nem rosada, sabe?

E a forma de usar, como consta na embalagem, é bastante simples: coloque a quantidade habitual de protetor solar no dorso da mão, agite bem o frasquinho do Color Dose e adicione 2 gotas para uma cobertura leve, 3 gotas para uma cobertura média ou quatro gotas para uma cobertura alta.

color dose resenha

color dose resenha

Aí é só misturar até ficar uniforme e aplicar na pele.

Importante ressaltar que a quantidade de gotas altera a cobertura e não a cor final do produto, tá?

Tenho usado muito com o Anthelios Airlicium FPS 30 Antioleosidade, que é maravilhoso para peles oleosas, e o resultado é muito bom!

Não muda a textura do protetor, não altera, em relação ao brilho e a oleosidade. o resultado na pele, e me mantém protegida (e com a pele sequinha!) contra os raios UVA, UVB e a tal da luz visível, coisa que meu melasma agradece muito!

Outras formas de uso

color dose

Color Dose e guarda sol em forma de chapéu: trabalhamos! hahaha

E além de poder personalizar a cor do protetor (pode misturar mais de um tom, viu?), tá sendo muito útil pra deixar minhas bases no tom certinho, porque agora que sou uma pessoa corada (hahahaha) tudo estava muito claro.

Também deu super certo com o corretivo e, lá vem a gambiarra, também como corretivo e contorno. Sério, como contorno dá um resultado muito bom e natural, pois é fácil de espalhar e não acumula, sabe? E se quiser um efeito mais bronzeado e iluminado, aposta nas versões douradas, acrescenta um tico de iluminador e pode partir pro brilho!

Dias atrás misturei umas gotinhas do Bege Médio Dourado com um pouco do meu hidratante corporal (CeraVe, te amo!), um tiquinho de iluminador perolado em pó e apliquei no colo e nas pernas. Pensa aí num efeito lindo? Pois multiplique!

Essa, aliás, é uma coisa maravilhosa do Color Dose: ele é prático, versátil e tem muitas utilidades, o que economiza tempo e dinheiro, né, meu povo?

Pra amar com força a vida todinha!

color dose

Preço e onde comprar

O Color Dose é vendido nas farmácias de todo o país, e  custa R$49,90 na Época Cosméticos por R$ 40,90 (compre aqui), que tem centenas de produtos para pele e cabelo e é bastante segura, tanto que indico sempre aqui!

Quem está usando? Conta pra gente o que está achando! Eu tô amando, gente, a La Roche-Posay arrasou em alta com esse lançamento! E pra ver mais posts do Peles Que Contam Histórias é só clicar aqui!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

*Publicidade

01.06.2018

Luz Visível, Manchas, Melasma e Proteção Solar

Desde que comecei o Peles Que Contam Histórias, mostrando minha rotina de cuidados no stories, tô prometendo um post sobre luz visível, proteção solar e melasma, e hoje ele saiu! rs

Nos próximos dias teremos posts diários do Especial Protetor Solar, porque tem muita coisa que precisa ser esclarecida, e vou tentar explicar tudo de forma simples e clara, tá?

Antes de começar, é importante que a gente tenha em mente, sempre, que a ciência traz novas informações todos os dias, e isso é maravilhoso, pois significa que estamos evoluindo o tempo todo.

E isso quer dizer, também, que o que era verdade há 5 anos atrás, por exemplo,  pode não ser hoje.

Porquê? Porque a verdade de 5 anos atrás levava em conta os estudos, metodologias e tecnologias disponíveis na época, e tudo isso vai evoluindo com o passar do tempo, o que, não raras vezes, leva a novas descobertas.

luz visível

Em 2013, quando comecei a tratar direitinho meu melasma, a orientação era usar um protetor solar com PPD (proteção UVA, que expliquei nesse post aqui) acima de 12, aplicar o produto 4 vezes ao dia e usar a quantidade correta, que é de 1 colher de café (2 ml), mais ou menos, para rosto, orelhas, pescoço e cabeça (caso você seja careca).

Naquela época não existia a preocupação que existe hoje com luz visível, e o uso do filtro solar com cor não era tão indicado justamente por causa da quantidade correta de uso, porque se com o branquinho a maioria das pessoas não consegue aplicar 1,5 ml (mais ou menos, caso você não seja careca), imagina o com cor?

Só que de lá pra cá muita coisa mudou. Novos estudos, novas descobertas, novas tecnologias, novos produtos e a preocupação com a luz visível!

O que é luz visível?

Simplificando, luz visível é toda “luz” que enxergamos a olho nu. Ou seja, a luz do sol e de fontes artificiais, como as lâmpadas fluorescentes, a tela dos computadores, do celular, do tablet,  da TV e por aí vai.

Além de poder desencadear ou piorar alguns problemas de pele, como urticárias e melasma, por exemplo, a luz visível está muito relacionada com o surgimento e a piora das manchas, sobretudo no rosto, já que ela induz a pigmentação.

Existem pesquisas em andamento que sugerem que ela pode causar os mesmos danos que os raios UVA, inclusive câncer de pele.  Pode, também, contribuir para a produção de radicais livres, o que significa que induz, indiretamente, a danos no DNA.

luz visível manchas

Proteção contra a luz visível e melasma

A proteção contra a luz visível tem a ver com cor, qualquer cor, com a concentração do pigmento e uma cobertura efetiva. FPS (UVB) e PPD (UVA) não entram nessa equação.

E todo mundo precisa de proteção contra a luz visível, todo mundo, e quem tem manchas e melasma deve ter um cuidado ainda maior, já que ela piora o problema.

Eu, Ju, uso protetor solar com cor, porque foi o recomendado pela minha dermatologista, mas qualquer cor, inclusive a da maquiagem (base, etc), pode proteger a pele da luz visível, já que o óxido de ferro presente é o mesmo e vem, em regra, com concentrações altas.

Isso não significa que qualquer cor vai proteger contra a luz visível, porque isso vai depender da concentração de pigmentos, da quantidade de produto que você usa e da cobertura oferecida.

E quanto mais cobertura, melhor, porque, de forma bem simplificada, a luz visível só não atinge a sua mancha se ela não for vista após a aplicação do produto. Então, se você não vê a mancha a luz visível também não verá.

Protetor Solar com Cor ou maquiagem?

Tem que opte pelo protetor solar com cor e quem prefira usar o protetor solar branquinho + base/corretivo/etc para proteger a pele da luz visível, e nos dois casos a proteção pode ou não ser efetiva, então anota direitinho as dicas abaixo, sem esquecer que rotina de fotoproteção é individualizada e deve ser indicada por um dermatologista, sempre!

O protetor solar com cor pode substituir o protetor branco e proteger contra a luz visível desde que seja usado na quantidade correta, oferecendo a cobertura necessária.

Como faço minha fotoproteção

Quando estou em casa, aplico duas camadas de protetor solar sem cor, geralmente com FPS mais baixo, e finalizo com o protetor solar com cor, com FPS 70, PPD alto, que cobre bem as minhas manchas. Às vezes, quando preciso, de última hora, me expor mais diretamente ao sol, acrescento o Protetor em pó da Adcos.

luz visível melasma proteção solar

No caso de exposição direta ao sol, uso uma camada de protetor branquinho com FPS mais alto (50 ou 70, e PPD sempre maior que 12) e duas de protetor solar com cor, pra chegar na quantidade correta de 1,5 ml, ou então as 3 camadas do protetor com cor.

Ah, sempre aplico o protetor em camadas, sobretudo os que têm cor ou FPS maior, porque como eles são mais densos e minha pele é bem oleosa, facilita, sabe?

Minha dermato recomenda que eu use sempre as 3 camadas de protetor com cor, mas se vejo que a cobertura está adequada, que usei a quantidade recomendada e que não estou vendo a mancha, não vejo problema em continuar usando as duas versões, até porque não tive piora no melasma.

Mas essa é uma opção minha, me sinto mais confortável dessa forma, e se, em algum momento, tiver algum problema, sei que a responsabilidade também é minha.

No post de amanhã explico isso direitinho, e o protetor com cor que uso é o Anthelios Airlicium da La Roche-Posay.

Proteção com maquiagem

Alguns produtos, e é preciso ficar atenta a isso, possuem uma quantidade pequena de pigmento, apenas pra uniformizar a pele ou disfarçar o efeito esbranquiçado. Esses não são suficientes para proteger completamente a pele da luz visível, então é importante acrescentar cor depois de sua aplicação para ter a cobertura adequada.

Pra quem opta pelo protetor solar branquinho + maquiagem de alta cobertura, tem que lembrar que o protetor precisa ser aplicado na quantidade correta, e a maquiagem precisa cobrir completamente as manchas.

Qual a melhor opção?

O ideal, sempre, é conversar com o seu dermatologista e ver qual a melhor opção para você, de acordo com sua rotina, seus gostos e as necessidades da sua pele.

Tem muito mais coisas pra falar sobre isso, como tipos e associação de protetores, por exemplo,  e falarei de todas elas no Especial Protetor Solar, podem ficar tranquilas, tá?

Qualquer dúvida é só deixar nos comentários, e amanhã teremos um post maravilhoso, com indicações de produtos e dicas de duas pessoas que vocês precisam conhecer e seguir, porque sabem MUITO de pele, de melasma, de proteção solar!

E pra acompanhar tudinho do Peles Que Contam Histórias, é só ficar de olho nos stories, lá no Instagram (@jurovalendo, segue lá!), que tô salvando tudo nos destaques, em Peles.

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

07.12.2017

Anthelios Airlicium FPS 70 Cores La Roche-Posay

Tava louca pra falar pra vocês do Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay, desde aquele dia que minha dermato comentou no meu Stories que esse era o preferido dela para quem, como eu, tem melasma.

No mesmo dia fui na farmácia, comprei, mostrei pra vocês e comecei usar, inclusive usei bastante na praia, uma situação mais extrema, porque né, a Bahia fica na esquina do sol, e pra passar vários dias desanuviando no mar e na piscina a gente precisa de muito poder, que, no caso, é o Anthelios Airlicium FPS 70 Cores!

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Já existia a versão com cor desse protetor, a novidade é que agora existem 3 novas cores, uma clara, uma média e uma mais escura, que alcançam 5 fototipos.

Acho muito importante que as marcas tentem abranger o máximo possível de tons de pele, e a La Roche-Posay está no caminho certo. Que continue assim!

Mas, vamos aos detalhes!

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Anthelios Airlicium FPS 70 Cores: As Promessas

De acordo com a marca, trata-se de um protetor solar com controle inteligente de oleosidade graças a tecnologia Airlicium. Essa tecnologia conta com micropartículas encapsuladas em 99% de ar, que controlam o brilho toda vez que a pele produz oleosidade.

Inteligente o menino, né?

Foi desenvolvido especialmente para a pele brasileira, garante uma sensação de pele limpa por 9h, tem ação anti-umidade e uniformiza  o tom da pele, disfarçando pequenas manchinhas e imperfeições.

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Possui muito alta proteção solar, com FPS 70 e um PPD (proteção UVA) mais que suficiente para quem tem melasma, o que é uma raridade.

Além disso, e aqui vem o pulo do gato, ele tem a quantidade ideal de óxido de zinco para proteger a pele  da luz visível e infravermelho, coisa que vamos conversar por aqui essa semana, porque Drª Clessya, minha dermato, me deu uma verdadeira aula, e é óbvio que vou compartilhar com vocês!

Isso é muito importante pra todo mundo, e pra quem tem melasma é mais ainda, então fiquem atentas!

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Resenha do Anthelios Airlicium FPS 70 Cores La Roche-Posay

A embalagem é do tipo bisnaga, meu preferido porque dá pra usar até a última gota. A tampa é de flip-top, trava bem e não tem o risco de abrir e, por exemplo, melecar a bolsa de praia toda.

O buraquinho dosador é do tamanho ideal pra evitar desperdícios. Vem com 50 g de produto e tem um cheirinho bem gostoso!

A textura é de gel creme, grossinha, que espalha fácil, se funde e adere a pele, deixando o efeito bem natural, nada de efeito “máscara de cor”, sabe?

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

A minha versão é o pele clara, que pega o fototipo I, II e III, e fiquei surpresa em ver como ele se adaptou bem quando minha pele estava na cor “normal” e quando estava “bronzeada”.

Achei que teria que mudar para a versão média, mas não foi necessário. Gostei mais ainda!

Ele não acrescenta oleosidade, não pesa na pele, deixa uma sensação de hidratação e sedosidade bem boas e uniformiza super bem minha pele, que não tem grandes problemas, exceto o melasma no buço.

Uso tranquilamente não só como protetor solar, mas como base mesmo, porque o efeito é natural e fresh, como eu gosto. É ótimo pra ir pra academia, pra sair durante o dia e aguenta maravilhosamente bem na praia!

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

No dia que estava nas piscinas naturais de Taipu, que passei horas mergulhando, usei o Idéal Soleil por baixo e ele por cima, não retoquei (não tinha como) e eles seguraram maravilhosamente bem, inclusive mostrei no Instagram, ó.

Como Usar:

Como tenho melasma e moro em uma cidade muito quente, reaplico o filtro solar 3 vezes ao dia por recomendação da minha dermato.

Uso uma quantidade maior, equivalente a uma colher das de chá de produto, e faço como ela me ensinou: aplico 1/3 do produto na pele, espalho, espero um tiquinho pra absorver bem e aplico novamente, espero mais um pouco e aplico a terceira camada.

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Todo mundo precisa fazer isso? De jeito nenhum! Ele absorve rápido, não é pegajoso e nem deixa a pele melequenta, mas trato o melasma há muitos anos, no verão ele sempre piora e estamos num embate final pra ver quem ganha essa guerra.

Eu e o protetor solar, claro! hahaha

E aí, compensa? Preço e Onde comprar

Ele custa R$89.90 na Drogaria São Paulo, que entrega no país todo (compre aqui), tem um ótimo rendimento, não irrita a minha pele, não piora a minha oleosidade, não derrete nesse calor da moléstia que faz aqui na Bahia e é, com certeza, bem superior no quesito proteção.

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Além disso, é o mais recomendado pela minha dermato, que me garante uma pele tão boa aos 35 anos, então compensa demais!

É, com certeza, mais um dos produtos que entram para o nosso #PelesQueContamHistórias, porque a proteção é superior, coisa que vocês vão entender direitinho no post sobre proteção contra a luz visível e infravermelha!

Alguém já usou? Conta aí o que achou! E se não usou, experimenta, ele é super bom!

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Publicidade

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…
As leitoras mais incríveis da vida
    Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
    Poste no instagram uma foto com a hashtag
    #JuroValendo