01.06.2018

Luz Visível, Manchas, Melasma e Proteção Solar

Desde que comecei o Peles Que Contam Histórias, mostrando minha rotina de cuidados no stories, tô prometendo um post sobre luz visível, proteção solar e melasma, e hoje ele saiu! rs

Nos próximos dias teremos posts diários do Especial Protetor Solar, porque tem muita coisa que precisa ser esclarecida, e vou tentar explicar tudo de forma simples e clara, tá?

Antes de começar, é importante que a gente tenha em mente, sempre, que a ciência traz novas informações todos os dias, e isso é maravilhoso, pois significa que estamos evoluindo o tempo todo.

E isso quer dizer, também, que o que era verdade há 5 anos atrás, por exemplo,  pode não ser hoje.

Porquê? Porque a verdade de 5 anos atrás levava em conta os estudos, metodologias e tecnologias disponíveis na época, e tudo isso vai evoluindo com o passar do tempo, o que, não raras vezes, leva a novas descobertas.

luz visível

Em 2013, quando comecei a tratar direitinho meu melasma, a orientação era usar um protetor solar com PPD (proteção UVA, que expliquei nesse post aqui) acima de 12, aplicar o produto 4 vezes ao dia e usar a quantidade correta, que é de 1 colher de café (2 ml), mais ou menos, para rosto, orelhas, pescoço e cabeça (caso você seja careca).

Naquela época não existia a preocupação que existe hoje com luz visível, e o uso do filtro solar com cor não era tão indicado justamente por causa da quantidade correta de uso, porque se com o branquinho a maioria das pessoas não consegue aplicar 1,5 ml (mais ou menos, caso você não seja careca), imagina o com cor?

Só que de lá pra cá muita coisa mudou. Novos estudos, novas descobertas, novas tecnologias, novos produtos e a preocupação com a luz visível!

O que é luz visível?

Simplificando, luz visível é toda “luz” que enxergamos a olho nu. Ou seja, a luz do sol e de fontes artificiais, como as lâmpadas fluorescentes, a tela dos computadores, do celular, do tablet,  da TV e por aí vai.

Além de poder desencadear ou piorar alguns problemas de pele, como urticárias e melasma, por exemplo, a luz visível está muito relacionada com o surgimento e a piora das manchas, sobretudo no rosto, já que ela induz a pigmentação.

Existem pesquisas em andamento que sugerem que ela pode causar os mesmos danos que os raios UVA, inclusive câncer de pele.  Pode, também, contribuir para a produção de radicais livres, o que significa que induz, indiretamente, a danos no DNA.

luz visível manchas

Proteção contra a luz visível e melasma

A proteção contra a luz visível tem a ver com cor, qualquer cor, com a concentração do pigmento e uma cobertura efetiva. FPS (UVB) e PPD (UVA) não entram nessa equação.

E todo mundo precisa de proteção contra a luz visível, todo mundo, e quem tem manchas e melasma deve ter um cuidado ainda maior, já que ela piora o problema.

Eu, Ju, uso protetor solar com cor, porque foi o recomendado pela minha dermatologista, mas qualquer cor, inclusive a da maquiagem (base, etc), pode proteger a pele da luz visível, já que o óxido de ferro presente é o mesmo e vem, em regra, com concentrações altas.

Isso não significa que qualquer cor vai proteger contra a luz visível, porque isso vai depender da concentração de pigmentos, da quantidade de produto que você usa e da cobertura oferecida.

E quanto mais cobertura, melhor, porque, de forma bem simplificada, a luz visível só não atinge a sua mancha se ela não for vista após a aplicação do produto. Então, se você não vê a mancha a luz visível também não verá.

Protetor Solar com Cor ou maquiagem?

Tem que opte pelo protetor solar com cor e quem prefira usar o protetor solar branquinho + base/corretivo/etc para proteger a pele da luz visível, e nos dois casos a proteção pode ou não ser efetiva, então anota direitinho as dicas abaixo, sem esquecer que rotina de fotoproteção é individualizada e deve ser indicada por um dermatologista, sempre!

O protetor solar com cor pode substituir o protetor branco e proteger contra a luz visível desde que seja usado na quantidade correta, oferecendo a cobertura necessária.

Como faço minha fotoproteção

Quando estou em casa, aplico duas camadas de protetor solar sem cor, geralmente com FPS mais baixo, e finalizo com o protetor solar com cor, com FPS 70, PPD alto, que cobre bem as minhas manchas. Às vezes, quando preciso, de última hora, me expor mais diretamente ao sol, acrescento o Protetor em pó da Adcos.

luz visível melasma proteção solar

No caso de exposição direta ao sol, uso uma camada de protetor branquinho com FPS mais alto (50 ou 70, e PPD sempre maior que 12) e duas de protetor solar com cor, pra chegar na quantidade correta de 1,5 ml, ou então as 3 camadas do protetor com cor.

Ah, sempre aplico o protetor em camadas, sobretudo os que têm cor ou FPS maior, porque como eles são mais densos e minha pele é bem oleosa, facilita, sabe?

Minha dermato recomenda que eu use sempre as 3 camadas de protetor com cor, mas se vejo que a cobertura está adequada, que usei a quantidade recomendada e que não estou vendo a mancha, não vejo problema em continuar usando as duas versões, até porque não tive piora no melasma.

Mas essa é uma opção minha, me sinto mais confortável dessa forma, e se, em algum momento, tiver algum problema, sei que a responsabilidade também é minha.

No post de amanhã explico isso direitinho, e o protetor com cor que uso é o Anthelios Airlicium da La Roche-Posay.

Proteção com maquiagem

Alguns produtos, e é preciso ficar atenta a isso, possuem uma quantidade pequena de pigmento, apenas pra uniformizar a pele ou disfarçar o efeito esbranquiçado. Esses não são suficientes para proteger completamente a pele da luz visível, então é importante acrescentar cor depois de sua aplicação para ter a cobertura adequada.

Pra quem opta pelo protetor solar branquinho + maquiagem de alta cobertura, tem que lembrar que o protetor precisa ser aplicado na quantidade correta, e a maquiagem precisa cobrir completamente as manchas.

Qual a melhor opção?

O ideal, sempre, é conversar com o seu dermatologista e ver qual a melhor opção para você, de acordo com sua rotina, seus gostos e as necessidades da sua pele.

Tem muito mais coisas pra falar sobre isso, como tipos e associação de protetores, por exemplo,  e falarei de todas elas no Especial Protetor Solar, podem ficar tranquilas, tá?

Qualquer dúvida é só deixar nos comentários, e amanhã teremos um post maravilhoso, com indicações de produtos e dicas de duas pessoas que vocês precisam conhecer e seguir, porque sabem MUITO de pele, de melasma, de proteção solar!

E pra acompanhar tudinho do Peles Que Contam Histórias, é só ficar de olho nos stories, lá no Instagram (@jurovalendo, segue lá!), que tô salvando tudo nos destaques, em Peles.

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

07.12.2017

Anthelios Airlicium FPS 70 Cores La Roche-Posay

Tava louca pra falar pra vocês do Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay, desde aquele dia que minha dermato comentou no meu Stories que esse era o preferido dela para quem, como eu, tem melasma.

No mesmo dia fui na farmácia, comprei, mostrei pra vocês e comecei usar, inclusive usei bastante na praia, uma situação mais extrema, porque né, a Bahia fica na esquina do sol, e pra passar vários dias desanuviando no mar e na piscina a gente precisa de muito poder, que, no caso, é o Anthelios Airlicium FPS 70 Cores!

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Já existia a versão com cor desse protetor, a novidade é que agora existem 3 novas cores, uma clara, uma média e uma mais escura, que alcançam 5 fototipos.

Acho muito importante que as marcas tentem abranger o máximo possível de tons de pele, e a La Roche-Posay está no caminho certo. Que continue assim!

Mas, vamos aos detalhes!

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Anthelios Airlicium FPS 70 Cores: As Promessas

De acordo com a marca, trata-se de um protetor solar com controle inteligente de oleosidade graças a tecnologia Airlicium. Essa tecnologia conta com micropartículas encapsuladas em 99% de ar, que controlam o brilho toda vez que a pele produz oleosidade.

Inteligente o menino, né?

Foi desenvolvido especialmente para a pele brasileira, garante uma sensação de pele limpa por 9h, tem ação anti-umidade e uniformiza  o tom da pele, disfarçando pequenas manchinhas e imperfeições.

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Possui muito alta proteção solar, com FPS 70 e um PPD (proteção UVA) mais que suficiente para quem tem melasma, o que é uma raridade.

Além disso, e aqui vem o pulo do gato, ele tem a quantidade ideal de óxido de zinco para proteger a pele  da luz visível e infravermelho, coisa que vamos conversar por aqui essa semana, porque Drª Clessya, minha dermato, me deu uma verdadeira aula, e é óbvio que vou compartilhar com vocês!

Isso é muito importante pra todo mundo, e pra quem tem melasma é mais ainda, então fiquem atentas!

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Resenha do Anthelios Airlicium FPS 70 Cores La Roche-Posay

A embalagem é do tipo bisnaga, meu preferido porque dá pra usar até a última gota. A tampa é de flip-top, trava bem e não tem o risco de abrir e, por exemplo, melecar a bolsa de praia toda.

O buraquinho dosador é do tamanho ideal pra evitar desperdícios. Vem com 50 g de produto e tem um cheirinho bem gostoso!

A textura é de gel creme, grossinha, que espalha fácil, se funde e adere a pele, deixando o efeito bem natural, nada de efeito “máscara de cor”, sabe?

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

A minha versão é o pele clara, que pega o fototipo I, II e III, e fiquei surpresa em ver como ele se adaptou bem quando minha pele estava na cor “normal” e quando estava “bronzeada”.

Achei que teria que mudar para a versão média, mas não foi necessário. Gostei mais ainda!

Ele não acrescenta oleosidade, não pesa na pele, deixa uma sensação de hidratação e sedosidade bem boas e uniformiza super bem minha pele, que não tem grandes problemas, exceto o melasma no buço.

Uso tranquilamente não só como protetor solar, mas como base mesmo, porque o efeito é natural e fresh, como eu gosto. É ótimo pra ir pra academia, pra sair durante o dia e aguenta maravilhosamente bem na praia!

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

No dia que estava nas piscinas naturais de Taipu, que passei horas mergulhando, usei o Idéal Soleil por baixo e ele por cima, não retoquei (não tinha como) e eles seguraram maravilhosamente bem, inclusive mostrei no Instagram, ó.

Como Usar:

Como tenho melasma e moro em uma cidade muito quente, reaplico o filtro solar 3 vezes ao dia por recomendação da minha dermato.

Uso uma quantidade maior, equivalente a uma colher das de chá de produto, e faço como ela me ensinou: aplico 1/3 do produto na pele, espalho, espero um tiquinho pra absorver bem e aplico novamente, espero mais um pouco e aplico a terceira camada.

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Todo mundo precisa fazer isso? De jeito nenhum! Ele absorve rápido, não é pegajoso e nem deixa a pele melequenta, mas trato o melasma há muitos anos, no verão ele sempre piora e estamos num embate final pra ver quem ganha essa guerra.

Eu e o protetor solar, claro! hahaha

E aí, compensa? Preço e Onde comprar

Ele custa R$89.90 na Drogaria Pacheco, que entrega com frete grátis no país todo (compre aqui), tem um ótimo rendimento, não irrita a minha pele, não piora a minha oleosidade, não derrete nesse calor da moléstia que faz aqui na Bahia e é, com certeza, bem superior no quesito proteção.

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Além disso, é o mais recomendado pela minha dermato, que me garante uma pele tão boa aos 35 anos, então compensa demais!

É, com certeza, mais um dos produtos que entram para o nosso #PelesQueContamHistórias, porque a proteção é superior, coisa que vocês vão entender direitinho no post sobre proteção contra a luz visível e infravermelha!

Alguém já usou? Conta aí o que achou! E se não usou, experimenta, ele é super bom!

 Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores, da La Roche-Posay

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Publicidade

O que você acha do JV?
Acompanho há anos, é meu blog queridinho, com certeza ! <3 Não compro nada para cabelos ou pele sem antes ver se a Jú já…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Saudades Ibiza... OPS... Rio de Janeiro... 😃🤣🇧🇷❤️ #tbt #barradatijuca #pareceibiza #jurovalendo #querodenovo
  • Os lábios de vocês também ficam mais ressecados, fragilizados durante o inverno?👄 Isso acontece porque, nessa estação, a pele fica mais sensível, seca e irritada por causa da perda da oleosidade causada pela alteração do clima. Uma das regiões que mais sofrem com isso são os lábios, que ressecam horrores. 
Mas, nada que o @bepantolderma Regenerador Labial não resolva, não é? 
Rico em ativos umectantes, hidratantes e nutritivos, ele não só hidrata, mas previne do ressecamento, protege, regenera e restaura o equilíbrio da pele sensível dos lábios, deixando-os macios e suaves ao toque. 
O melhor é que ele faz isso tudo sem deixar os lábios grudentos ou esbranquiçados, sabe? Também tem ótima durabilidade, espalha fácil, rende bem e é superhidratante. Não fico mais sem! 
Traduzindo: é pra “garrar amor”! [ Consulte sempre o seu dermatologista!😉] #Bepantol #BepantolDerma #AmoMuito #PelesQueContamHistórias #JuroValendo | Publicidade ✨
  • 3.6✨✨✨
Chegou, gente!🙌🏻💃🏻
Mas agora não tenho condição de escrever nada, sabe porquê? Porque acordei e corri pra tomar muito ☕️☕️☕️, e cês sabem que só como em silêncio, né? Inclusive mental!😂😂😂 Eu já volto, e amo vocês!❤️ #jurovalendo
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo